Eu tenho um namorado, mas eu quero ficar com uma menina

Ser uma menina trans é muito cansativo.

2020.10.10 05:40 mary_say Ser uma menina trans é muito cansativo.

Vcs na se sentiram exaustas mentalmente? Eu finalmente to conseguindo o atendimento médico especializado para isso e to fazendo acompanhamento psicológico mas acho q n me ajuda em nada..
Eu me sinto cansada de ser uma menina trans, só queria que esse detalhe não existesse. Sempre que começo a bater um papo com um garoto parece que eles tem algo na porra da cabeça que acha que eu tô interessada ou algo do tipo, só pq eu sou trans. Sempre tenho q contar esse detalhe pras pessoas que mantenho um vínculo de amizade, tenho q responder perguntas, tenho q ser a amiga trans, não simplesmente a amiga, tenho q acordar e ser a trans, é tudo trans como se isso fosse apenas oq eu sou. Sinceramente eu só queria viver de uma forma cis...
N queria ter que lidar com esse tipo de coisa, não queria ter que ficar na paranóia pra alcançar a "perfeição" pra ser aceita pela sociedade, não queria ter que ter um momento desconfortável quando fosse ficar com algum menino, não queria ser a menina que se veste bem pq é trans e trans são "estilosas". Parece forçado mas já me ocorreu. Isso tá se aliviando um pouco com a vinda da pasabilidade mas mesmo assim cansa dms. Não quero ser mimizenta mas é algo que realmente tá me dando agonia de uns tempos pra cá, eu acordo me sentindo mal, me sinto vazia e angustiada. N to fld que me arrependo(nunca) mas sla só me sinto triste por isso me perseguir.
Eu tô me isolando muito socialmente, eu recentemente tentei fazer amgs novos pra tentar aliviar isso e da uma oportunidade de achar pessoas legais que n fossem me estressar nisso mas é inútil. Acho q talvez a melhor opção seja n ter amgs, namorado nem nada.
submitted by mary_say to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 19:52 UzumakiGabs Sou feia

Antes de tudo, quero voltar uns 4 anos no tempo. Branquela, 1,70 de altura, 40 kg, coturno, cabelo vermelho e sempre sarcástica. Talvez hoje em dia me chamassem de egirl. Mas, naquela época, eu era A desejada. Todos queriam sair comigo, todos queriam ser meus amigos. Todos queriam me comer kkkkk. Nessa época, eu fiz muita merda. Descobri uma lesão cerebral que achei que fosse me matar, então taquei o foda-se pra tudo. Virei amante de um cara, comecei a beber, comecei a brigar com meus pais, comecei a brigar em bares, ameacei a esposa do cara de morte, amanheci bêbada jogada na rua, usei drogas, me prostituía em troca de cachaça... Na época eu não percebia que todos os meus "amigos" só queriam me usar por causa da minha inocência e meu desespero. Eu me achava a rebelde legalzona, mas só estava sendo feita de idiota. Com o passar dos anos, todos aqueles "amigos" se afastaram. Descobri sobre como eles armaram várias vezes pra que um grupo de meninas tentasse me matar, sobre como eles vazaram vídeos +18 meus, sobre como eles espalharam informações falsas e boatos que destruíram toda e qualquer esperança de vida que eu pudesse ter na minha cidade natal. 2020,hoje. Estou fumando um cigarro na minha casa. Faço um curso da área da saúde e ontem atendi meu primeiro paciente. Meu TCC está indo bem e foi elogiado pelo professor. Meus pais demonstram me amar. Eu olho pra baixo, pras minhas pernas. Consigo ver todas as veias e varizes que nunca vi antes. Consigo ver as estrias e celulites na minha bunda, que nunca consegui reparar antes. Olho pra minha sombra, percebo uma pancinha de lombriga e cerveja que não estava lá. Olho no espelho, meu rosto gorduroso, cheio de espinhas, olheiras verdes e roxas. Tenho tantos pelos, me depilo inteira toda semana mas mesmo assim tenho tantos pelos... Meu cabelo voltou a cair e eu consigo ver as falhas. Gordura em excesso nas pernas e nos braços, pelancas caindo. Horrível. Hoje, ngm mais quer me usar. Das poucas vezes que meu namorado me procura, é sempre pra eu bater uma ou chupar ele. Nunca sexo. E sempre com a luz apagada. Agora eu entendo o porquê ele prefere bater punheta ao invés de ficar comigo. Eu me achava indestrutível quando tinha 18. Hoje, tenho nojo de me olhar no espelho.
submitted by UzumakiGabs to desabafos [link] [comments]


2020.10.07 04:26 Brunitas Acho que estou me apaixonando pelo meu melhor amigo, mas ele gosta de outra

Olá Galera tenho 18 anos e ele 20 aqui vai nossa história A gente se conhece a quase dois anos (trabalhamos juntos), e assim a gente vem ficando bem próximo (sempre fomos) mas não como agora... ele vem demonstrado muito carinho por mim, mas eu entrei em Pânico e arranjei uma amiga minha pra ele ficar (uma menina q ele sempre achou bonitinha) e aí ele meio que começou a falar muito dela pra mim, mas ele continua amoroso comigo... e eu acho que gosto dele, mas não quero falar porque não tenho certeza e tenho medo de estragar nossa amizade, pq eu amo muito ele como amigo, mas n sei se é algo mais... ou se pode ser... Eu tenho ciúmes gosto de ficar perto e conversar com ele, de andar na moto dele... porque aí posso ficar mais tempo abraçada com ele, mas e se eu estragar tudo? se for um sentimento passageiro ou eu fugir? alem de que não amo a mim mesma e sei que isso é importante antes de qualquer coisa, mas minha maior preocupação é que eles estão ficando próximos e eu não sei oque fazer pois tá me incomodando tanto... E também nem sei se ele gosta de mim, ele age como se sim, como se fossemos namorados, e ele até brinca com todos dizendo que somos, mas a gente nunca nem se beijou... até porque nós dois somos muito devagar e sem atitude. É isto, não sei oque fazer... me declarar e perder uma amizade ou deixar as coisas estranhas ou receber um não e ficar magoada, ou... ficar calada e ver ele namorando (provavelmente) essa menina e eu ter que fingir que não é nada demais.
Edit: A gente se beijou e foi muito bom, mas depois quando ele me trouxe em casa eu tentei de novo mas ele não foi, e minha amiga odiou o fato da gente ter ficado (até pq foi na casa do namorado dela) e agora parece q tudo piorou
submitted by Brunitas to desabafos [link] [comments]


2020.10.04 02:59 heartless2000 Eu deveria terminar meu namoro?

a historia é longa mas vou tentar resumir:
Estou em um relacionamento a tres anos onde sempre deu tudo certo. Em maio desse ano eu acabei entrando no facebook do meu namorado e baixei uma conversa que ele tinha com uma menina chamada "Mariana". Eles conversavam no facebook de 2011 ate 2015 e tiveram um relacionamento mais serio em 2015. Apesar de isso tudo ter ocorrido muito antes da gente se conhecer(nos conhecemos em 2017) eu fiquei com uma pulga atras da orelha por dois motivos: 1 - ela é muuuito bonita e 2 - ele sempre deixou claro pra mim que eu fui a primeira namorada dele. Na conversa do facebook ficava nítido o quanto ele gostava dela e como ele ficou triste quando ela n quis levar o relacionamento pra frente pelo motivo de "ainda sou muito nova e quero aproveitar mais". Pouco tempo depois disso ele até tentou se matar mas n sei se tem algo a ver com essa menina.
Até ai vc deve estar me achando maluca e possessiva ne? Afinal, tudo isso aconteceu antes de nos conhecermos e eu nem deveria mexer nas coisas dos passado. O ponto é que fiquei com aquilo na cabeca e fui perguntar a ele sobre ela. Perguntei se durante o nosso namoro ele havia tido algum contato com ela e ele negou. Perguntei mil vezes e ele negou.
A questão é que fiquei desconfiada e acabei fazendo algo que nao me orgulho: peguei o celular dele enquanto ele dormia e fui atras de mensagens com ela no whatsapp. O fato é que ele havia mentido pra mim: eles conversavam sim durante nosso namoro e isso me deixou muito mal. Exportei toda a conversa(QUE ESTA ALI NO FINAL, SE VC QUISER LER) e no outro dia perguntei pra ele novamente se ele falava com ela. Implorei na verdade e ele continuava mentindo, dizendo que eu deveria acreditar nele. Ele so admitiu quando eu falei que havia acessado o celular dele.
Depois disso demos um tempo de 1 mes mas ele sempre insistiu pra continuarmos. Falava que aquelas conversas nao significavam nada e que ele somente respondia quando ela chamava ele. disse que gostava de ver ela sofrendo porque ela havia feito ele sofrer no passado.
Enfim, se vc leu ate aqui agradeço muito. Eu realmente n sei se devo continuar ou nao pois ele mentiu muito pra mim.

Por favor, me de a sua opinião.

Vcs confiariam novamente se estivessem no meu lugar?
Voce conversa com sua/seu ex? Se sim, por quê? é realmente sem sentimento nenhum?

---------------------------------CONVERSA QUE ELES TIVERAM NO WHATSAPP-------------------------
11/05/2020 13:22 - As mensagens e chamadas desta conversa estão protegidas com a criptografia de ponta a ponta. Toque para mais informações.
11/05/2020 13:22 - Mariana: E aí
11/05/2020 13:22 - Mariana: Como é que cê tá?
11/05/2020 13:37 - Joao: Heey, to bem você?
11/05/2020 13:38 - Mariana: Também
11/05/2020 13:38 - Mariana: Não estou bebada e tbm não acabei de levar um chifre
11/05/2020 13:38 - Mariana: hahahaha
11/05/2020 13:38 - Joao: Olha, isso é novidade hahah
11/05/2020 13:38 - Joao: Estranhei pelo horário, estar bebada agora seria meio estranho
11/05/2020 13:39 - Mariana: hahahahah
11/05/2020 13:39 - Mariana: To trabalhando
11/05/2020 13:39 - Mariana: e ontem lembrei de você
11/05/2020 13:39 - Mariana: e aí vim especular sua vida
11/05/2020 13:39 - Mariana: Na realidade, eu queria te perguntar uma coisa
11/05/2020 13:39 - Mariana: É pessoal, mas acho ok
11/05/2020 13:40 - Joao: Certo, o que é?
11/05/2020 13:44 - Mariana: Naquela época que tínhamos uma relação, você havia comentado que sofria de um transtorno de agressividade
11/05/2020 13:44 - Mariana: Lembra?
11/05/2020 13:44 - Mariana: Inclusive, pouco tempo depois tu ficou internado
11/05/2020 13:45 - Joao: Não, não era transtorno de agressividade, era boderline
11/05/2020 13:45 - Joao: Pq?
11/05/2020 13:47 - Mariana: O que é isso?
11/05/2020 13:47 - Mariana: Cara, pq eu precisava de certos acompanhamentos
11/05/2020 13:48 - Mariana: Eu sei que sou uma pessoa extremamente ansiosa, mas em alguns momentos de irritação - ainda que por motivos bem pequenos - eu tenho uma reação desproporcional
11/05/2020 13:48 - Mariana: E me sinto muito violenta
11/05/2020 13:48 - Mariana: Claro, não chego a fazer nada
11/05/2020 13:48 - Mariana: Mas a vontade é imensaa
11/05/2020 13:49 - Joao: Então, Boderline é um transtorno de personalidade, é um agregado de coisas
11/05/2020 13:50 - Joao: Para o diagnóstico do transtorno de personalidade limítrofe, os pacientes devem ter

Instabilidade persistente nos relacionamentos, na autoimagem e nas emoções (desequilíbrio emocional), bem como acentuada impulsividade.
Esse padrão é caracterizado por ≥ 5 dos seguintes:

Esforços desesperados para evitar o abandono (real ou imaginado)
Relacionamentos intensos e instáveis que se alternam entre idealização e desvalorização da outra pessoa
Autoimagem ou senso do eu instável
Impulsividade em ≥ 2 áreas que pode prejudicá-los (p. ex., sexo inseguro, compulsão alimentar, dirigir de forma imprudente)
Comportamentos, gestos ou ameaças repetidos de suicídio ou automutilação
Mudanças rápidas no humor, normalmente durando apenas algumas horas e raramente mais do que alguns dias
Sentimentos persistentes de vazio
Raiva inadequadamente intensa ou problemas para controlar a raiva
Pensamentos paranoicos temporários ou sintomas dissociativos graves desencadeados por estresse
11/05/2020 13:55 - Mariana: Hmm
11/05/2020 13:55 - Mariana: Poxa, isso tem martelado na minha cabeça
11/05/2020 13:56 - Mariana: Eu preciso ter mais calma, ou uma hora vou fazer algo que eu possa me arrepender
11/05/2020 13:56 - Joao: Mas tipo, isso é uma coisa, o certo é procurar acompanhamento para te diagnosticarem do jeito certo
11/05/2020 13:56 - Mariana: Não sei explicar, só sei que é algo muito forte e que vem de dentro!
11/05/2020 13:56 - Mariana: Aquele raiva!
11/05/2020 13:56 - Mariana: E depois eu penso, e vejo que é desproporcional sabe
11/05/2020 13:57 - Mariana: É, eu tenho que voltar a fazer acompanhamento
11/05/2020 13:57 - Mariana: Eu tinha achado umaclinica pelo meu plano
11/05/2020 13:57 - Mariana: Só que aí começou a Pandemia, e eu deixei de lado
11/05/2020 13:58 - Mariana: E como até hoje tive apenas 03 crises bem fortes
11/05/2020 13:58 - Mariana: Essas de ansiedade ou pânico, eu acabo deixando sabe
11/05/2020 14:00 - Joao: Entendo, as vezes eu tenho certas crises também, eu voltei pra tratamento agora depois de um bom tempo tentando marcar horário
11/05/2020 14:00 - Joao: Mas não estou mais tomando nada
11/05/2020 14:00 - Joao: Talvez tenha que voltar
11/05/2020 14:01 - Mariana: Que ótimo!
11/05/2020 14:01 - Mariana: Tomara que não precise voltar para o tratamento medicamentoso, mas se precisar, também não é o fim do mundo né
11/05/2020 14:02 - Mariana: Infelizmente esses problemas psicológicos tem se tornado cada vez mais comum
11/05/2020 14:15 - Joao: Pois é, também espero que não, sempre me senti estranho tomando. Não parecia ser eu, além disso tinham efeitos colaterais bem chatos
11/05/2020 14:17 - Mariana: Faz parte...
11/05/2020 14:17 - Mariana: Na minha volta bastante gente precisa se submeter e tais tratamentos
11/05/2020 14:18 - Mariana: Mas enfim! Como está a vida? Está aqui em SJP? Aulas suspensas?
11/05/2020 14:23 - Joao: Restrita, apesar de eu não ter parado de trabalhar
11/05/2020 14:24 - Joao: Estavamos imprimindo máscaras para o pessoal da saúde de Joinville e Curitiba
11/05/2020 14:24 - Joao: Mas as aulas pararam, só estou tendo EAD por enquanto, e por ai?
11/05/2020 14:27 - Mariana: EAD também!
11/05/2020 14:27 - Mariana: Escritório voltou semana passada
11/05/2020 14:27 - Mariana: Mas antes disso estávamos trabalhando em casa
11/05/2020 14:29 - Joao: Foda, aqui não tem previsão das aulas voltarem
11/05/2020 14:31 - Mariana: É, aqui disseram que retornaria em agosto
11/05/2020 14:31 - Mariana: Mas não sei em...
11/05/2020 14:31 - Mariana: Que situação, né?
11/05/2020 14:32 - Joao: Pois é, era pra estar mais controlado, mas o presidente não ajuda muito kk
11/05/2020 14:33 - Mariana: Não ajuda em nada! Estou preocupada com o que pode acontecer ainda
11/05/2020 14:34 - Mariana: Se passarmos por mais um impeachment é de se discutir a própria democracia né
11/05/2020 14:34 - Mariana: Pois ao que parece não está funcionando para eleger representantes
11/05/2020 14:34 - Joao: Sim, essa instabilidade total piora situações como ansiedade
11/05/2020 14:35 - Joao: Se passarmos por mais um nossa economia vai demorar mais de uma década pra ser recuperar, ninguém investe em um país que troca de presidente como troca de camiseta
11/05/2020 14:36 - Mariana: Com certeza...
11/05/2020 14:37 - Mariana: Poisé, mas tudo caminha para isso né
11/05/2020 14:38 - Mariana: Até pq inquerito já foi instaurado
11/05/2020 14:38 - Mariana: O cara também é bem burro né, não dá uma dentro!
11/05/2020 14:39 - Mariana: As vezes me arrependo de ter feito direito, sabia?
11/05/2020 14:39 - Mariana: Com outra profissão eu teria chance de tentar a vida em outro país
11/05/2020 14:40 - Joao: Eu to pensando, quando me formar acho que vou pro Canadá
11/05/2020 14:40 - Joao: Sim, todo dia uma atrás da outra
11/05/2020 14:41 - Mariana: Eu iria
11/05/2020 14:41 - Joao: Uma amiga conseguiu validar o diploma dela de engenharia quimica
11/05/2020 14:41 - Mariana: Eu não gosto que falem mal do país, sei que em todos os lugares existem problemas - culturais, políticos..
11/05/2020 14:41 - Joao: Creio que engenharia mecanica de boa também
11/05/2020 14:41 - Mariana: Mas porra, virou bagunça!
11/05/2020 14:41 - Mariana: Virou putaria bater panela
11/05/2020 14:42 - Mariana: Ué? não era de avião?
11/05/2020 14:42 - Joao: Então hahaha
11/05/2020 14:42 - Mariana: kkkkkkkkk
11/05/2020 14:42 - Mariana: Indeciso em!!???
11/05/2020 14:42 - Joao: Mudei da UFSC pro IFSC, pra conseguir trabalhar de dia
11/05/2020 14:42 - Joao: Na UFSC não tinha como trabalhar e estudar
11/05/2020 14:43 - Joao: Ai mudei pra engenharia mecânica no IFSC a noite, aqui em Joinville também
11/05/2020 14:43 - Joao: Mas não perdi quase nada, matei várias matérias
11/05/2020 14:43 - Mariana: Já pensou as suas entrevistas de emprego?
11/05/2020 14:43 - Mariana: Hahahahah
11/05/2020 14:43 - Mariana: Ah, comecei com o curso x, depois migrei para y, depois z, depois x novamente
11/05/2020 14:44 - Joao: A eu nem falo nada hahaha
11/05/2020 14:44 - Mariana: Hahahahahha
11/05/2020 14:44 - Mariana: E tu se forma quando?
11/05/2020 14:44 - Joao: Antes do COVID era pra ser uns 2 anos haha
11/05/2020 14:44 - Joao: agora já não sei mais
11/05/2020 14:44 - Joao: e vc?
11/05/2020 14:44 - Mariana: Último ano
11/05/2020 14:45 - Mariana: Ano que vem já sou bacharel ahahha
11/05/2020 14:45 - Mariana: Bacherel é quando se forma, né?
11/05/2020 14:45 - Mariana: E sou 1/2 advogada
11/05/2020 14:45 - Mariana: Falta a segunda fase, sabe lá Deus quando será!
11/05/2020 14:46 - Joao: Da OAB?
11/05/2020 14:46 - Mariana: Eu sou indecisa para a vida, relacionamentos e compras
11/05/2020 14:46 - Mariana: Para o curso tem se mantido ahahha
11/05/2020 14:46 - Mariana: Uhum
11/05/2020 14:47 - Joao: Então, na real eu ia manter, mas com a situação financeiro dos meus pais complicou eu resolvi tomar as rédias. Meus pais já estão cansados, não quero que fiquem me bancando kk
11/05/2020 14:48 - Joao: Que massa!
11/05/2020 14:48 - Mariana: É, eu imagino! É bom você trabalhar, já vai entrando no meio né.
11/05/2020 14:48 - Joao: Parabéns, a segunda fase tu vai tirar de letra tbm
11/05/2020 14:48 - Mariana: Cara, eu tinha tantas expectativas para esse ano, mas o COVID atrapalhou muito
11/05/2020 14:48 - Mariana: Por isso ando desanimada, sabe?
11/05/2020 14:48 - Joao: Nem me fale... kkk
11/05/2020 14:48 - Mariana: Deus lhe ouça
11/05/2020 14:49 - Mariana: Eu consegui monitoria com a professora que eu mais admiro
11/05/2020 14:49 - Mariana: E ela desenvolve várias pesquisas, já conhece professores de federal e tal
11/05/2020 14:49 - Mariana: Esta fazendo doutorado
11/05/2020 14:49 - Mariana: E eu quero muito fazer mestrado
11/05/2020 14:49 - Mariana: Mas uma pós na federal já vale
11/05/2020 14:49 - Mariana: Então, queria ficar ali no meio né
11/05/2020 14:50 - Mariana: Até uma aula eu dei, sabia? ahhaha
11/05/2020 14:50 - Mariana: SOZINHA
11/05/2020 14:50 - Mariana: Tinha tudo para ser um bom semestre, nesse sentido
11/05/2020 14:50 - Mariana: Mas.....
11/05/2020 15:25 - Joao: Que isso, ai sim em!
11/05/2020 15:25 - Joao: Ta mandando muito
11/05/2020 15:26 - Joao: Também penso em fazer mestrado, mas as vezes desanimo kk
11/05/2020 15:29 - Mariana: Pq desanimo?
11/05/2020 15:29 - Mariana: Eu preciso aprender uma outra língua
11/05/2020 15:30 - Mariana: Só sei português e merda
11/05/2020 15:30 - Mariana: hahahah
11/05/2020 15:33 - Mariana: Eu gostaria de lecionar, acho muito legal!
11/05/2020 15:33 - Mariana: E na advocacia passa mais credibilidade
11/05/2020 15:33 - Mariana: Só que meu sonho não é advogar
11/05/2020 15:35 - Joao: Ah sei lá, as vezes cansa essa rotina só de estudos
11/05/2020 15:36 - Joao: Eu manjava um pouco de inglês mas tive que aprender mais ainda na marra
11/05/2020 15:36 - Joao: As materias especificas o conteudo que presta é praticamente em inglês kk
11/05/2020 15:36 - Joao: Quer ir pra concurso?
11/05/2020 15:44 - Mariana: É, cansa! Eu imagino...
11/05/2020 15:44 - Mariana: Yes! Queria magistratura e atuar em vara cível
11/05/2020 15:44 - Mariana: Queria não, eu quero
11/05/2020 15:44 - Mariana: Mas não sei se tenho perfil de concurseira
11/05/2020 15:45 - Joao: Ninguém tem até tentar 🙃
11/05/2020 15:46 - Joao: Se tu tirando a OAB de letra tem que tentar sim
11/05/2020 15:46 - Mariana: Ah, vou tentar até meus 35 anos
11/05/2020 15:46 - Mariana: Aí prorrogo até 40
11/05/2020 15:46 - Mariana: Vai que
11/05/2020 15:46 - Mariana: hahaha
11/05/2020 15:47 - Mariana: Demora para sair, ainda mais eu que só vou tentar no sul
11/05/2020 15:53 - Joao: Vai dar boa, tu tem que advogar 3 anos pra poder concursar né?
11/05/2020 15:53 - Joao: Na magistratura
11/05/2020 15:53 - Mariana: Isso! Nesse período eu tento pós e mestrado
11/05/2020 15:54 - Mariana: Até pq conta como título
11/05/2020 15:54 - Mariana: Então, nada é perdido
11/05/2020 15:59 - Joao: Verdade, não tem nada a perder, só a ganhar tentando
11/05/2020 16:00 - Mariana: Uhum
11/05/2020 16:00 - Mariana: E o relacionamento?
11/05/2020 16:00 - Mariana: Firme e forte?
11/05/2020 16:00 - Joao: Então, ela ta aqui em Joinville comigo, ta sem aulas e o Banco afastou os estagiarios
11/05/2020 16:01 - Joao: Ai ela ta "morando" comigo faz uns dois meses
11/05/2020 16:01 - Joao: Amanhã a gente faz 3 anos
11/05/2020 16:01 - Joao: E o seu?
11/05/2020 16:02 - Mariana: Caralho, o tempo voa em
11/05/2020 16:02 - Mariana: Ah, o meu as vezes anda e as vezes desanda
11/05/2020 16:02 - Mariana: Ora quero casar e ter filhos, ora quero chutar o balde e ser solteira o resto da vida
11/05/2020 16:03 - Mariana: hahahahaha jeito Mariana de ser
11/05/2020 16:03 - Mariana: Bem decidida, sabe?
11/05/2020 16:03 - Joao: Sei bem haha
11/05/2020 16:03 - Joao: Filhos é uma parada que nem cogitamos haha
11/05/2020 16:04 - Mariana: É que eu quase tive né
11/05/2020 16:04 - Mariana: Dai as vezes da vontade hahaha
11/05/2020 16:04 - Mariana: Mas passa bem rapidamente
11/05/2020 16:04 - Mariana: Qd eu vejo que n
11/05/2020 16:04 - Mariana: não tenho paciência nem com a minha cachorra
11/05/2020 16:05 - Joao: kkkkkkkkkkkk
11/05/2020 16:06 - Joao: É, complicado haha
11/05/2020 16:06 - Joao: Como vão seus pais?
11/05/2020 16:06 - Mariana: A mãe esta em casa
11/05/2020 16:06 - Mariana: Foi suspendido o contrato
11/05/2020 16:06 - Mariana: O pai começou as férias hoje
11/05/2020 16:06 - Mariana: Por enquanto esta ok
11/05/2020 16:06 - Mariana: Ninguem demitido
11/05/2020 16:06 - Mariana: E os seus?
11/05/2020 16:07 - Joao: Suspenderam a licitação da obra que meu pai estava indo em Maceio
11/05/2020 16:07 - Joao: E agora os dois estão em casa kk
11/05/2020 16:09 - Mariana: Af, é foda para eles né
11/05/2020 16:09 - Mariana: Sua mãe chegou a inciar o restaurante no caminho do vinho?
11/05/2020 16:09 - Joao: Não, deu uma parada, ela andava meio mal
11/05/2020 16:09 - Joao: Agora segurou por conta do covid
11/05/2020 16:09 - Mariana: Depressão?
11/05/2020 16:10 - Joao: Uhum
11/05/2020 16:12 - Mariana: Eita, e ficar parado em casa só piora, né?
11/05/2020 16:15 - Joao: Uhum, ela ta tentando estudar outras coisas devagarzinho
11/05/2020 16:18 - Mariana: A mãe eu plantei ideia de fazer empedão para vender
11/05/2020 16:18 - Mariana: Pelo menos ela ocupa a cabeça
11/05/2020 16:18 - Mariana: E ainda lucra um pouco
11/05/2020 16:18 - Mariana: E eu ainda como toda semana hahahaha
11/05/2020 16:19 - Joao: hahahah
11/05/2020 16:19 - Joao: stonks
11/05/2020 16:19 - Mariana: o que é isso?
11/05/2020 16:28 - Joao: É um meme haha
11/05/2020 16:30 - Joao: É tipo quando você mostra solução pra algo de uma maneira diferente inédita
11/05/2020 16:30 - Joao: Meio difícil de explicar hahaha
11/05/2020 16:32 - Mariana: Hmmm
11/05/2020 16:32 - Mariana: Entendi 🤔
11/05/2020 16:41 - Joao: E suas irmãs, como estão?
11/05/2020 16:44 - Mariana: Ah nega continua na loja
11/05/2020 16:44 - Mariana: a*
11/05/2020 16:44 - Mariana: Passou na primeira fase junto comigo
11/05/2020 16:44 - Mariana: Diz que vai tirar a OAB
11/05/2020 16:46 - Joao: Mas ela ja se formou né?
11/05/2020 16:47 - Mariana: Aham, ano passado
11/05/2020 16:47 - Mariana: Não sei o que ela vai fazer da vida
11/05/2020 16:48 - Mariana: Diz que quer ser delegada
11/05/2020 16:48 - Mariana: Mas não estuda
11/05/2020 16:48 - Mariana: A Daiana ainda mora em SP e esta casada, a um tempinho já
11/05/2020 16:48 - Mariana: A Luana continua bem e está no segundo ano de BJ (mesmo ano em que a gente ficava)
11/05/2020 16:48 - Mariana: O tempo voa, né?
11/05/2020 17:15 - Joao: Nossa, já??
11/05/2020 17:15 - Joao: Sim, muito haha
11/05/2020 17:15 - Mariana: Poisé
11/05/2020 17:15 - Mariana: Eu ainda não me toquei ahahaha
submitted by heartless2000 to desabafos [link] [comments]


2020.09.26 13:05 redof089 Será que me podem ajudar

Vou contar a minha história dúvida, eu conheci uma menina, aconteceu o normal, ela é evangélica. Aconteceram uns problemas, ambos tivemos culpa das coisas. Tudo bem, eu trabalho 12 semanas fora e vou 3 de férias. Aconteceu o COVID, ela é mto trabalhadora e perdeu os 2 empregos, mesmo só sendo minha amiga eu ajudei mto ela. Mesmo depois de tudo ter terminado ficamos mto amigos conversamos todos os dias durante horas, ela começou a namorar, me contou (coisas que acontecem, dói mas tudo bem). Mas ainda assim continuamos a falar a ir almoçar jantar em amigos e com amigas delas que me foi apresentando, dou-me bem com todas as amigas dela, com a mãe tb.
Mas o namorado dela não deixa/proibiu ela falar comigo (ela disse que ia fazer isso, mas como somos mto especiais um para o outro falamos na mesma), basicamente é isso, falávamos normalmente nos dias que ele não estava pq tb n é da terra dela, mas sempre tive respeito pela relação n fiz nada ou disse alguma coisa, errada ou disse mal dele, tb n o conheço pessoalmente.
Ela agora foi de viagem, e um cara que é como um irmão para mim, perguntou quem era rapariga que eu estava a sair para minha irmã (não contei ao meu amigo que já n estava a sair com ela, mas nunca lhe disse o nome… aliás nunca fui mto de falar de contar, pq na religião dela existem alguma regras.. só minha irmã e 2 amigos meus sabiam, ela pediu por causa do pai que é pastor). Como nunca tinha falado assim de nenhuma mulher com ele, ele ficou curioso e foi perguntar a uma conhecida dele (que por curiosidade é a melhor amiga da tal mulher que eu conheci e é minha amiga tb), mas mulheres e homens igual partilham… mandou para ela, ela ficou um pouco chateada mas passou. Mas depois foi ver o instagram do meu amigo aí percebeu que ele conhece o namorado dela (nem eu sabia), e aí me mandou um áudio a dizer para n lhe mandar mais msg’s pq s o namorado descobrir vai ficar mto chateado, deve ser pq n fez o que ele mandou. Que me vai pagar o que me deve (n m importo com dinheiro), mas sei que ela n tem mto dinheiro e mal trabalha ag, aí n vou ser capaz de andar a cobrar...mas isso n me importar.. só n quero perder a amizade dela..
Eu já expliquei que não disse nada ao meu amigo, que mesmo gostando dela o que mais quero é que ela seja feliz e n faria nada para estragar o namoro dela. Pq n ganho nada com isso, pq só vou perder a amizade dela e a deixar triste. Eu fiz mto por esta pessoa, mais que marido faz por mulher e mulher faz pelo marido. Ela fez um cirurgia no dia anterior a me dizer q não quer que lhe envie mais msg’s. Magoa mto durante 9 meses falávamos todos os dias, gostava mto de saber se ela está a recuperar bem…. Mas n sei se devo mandar msg pq ela disse até que me poderia bloquear… e eu sofro de ansiedade, já sofri de depressão (quem passou por isto sabe q nunca realmente passa). Ainda no meio disto tudo “cortei” relações com os meus pais. Então as coisas não estão nada fáceis, só me passam pensamentos negativos na cabeça. Não sei o que fazer.
Estou muito triste, nervoso, ansioso com ataques de pánico…e n queria deixar de falar com a minha amiga nem com a minha família. Alguém já passou por algo assim?

Editi 2: Tentei resolver tudo com toda gente, com minha família só piorou, mas agora tenho a mãe da minha amiga a me pedir ajuda para procurar um apartamento para a filha (ela n sabe que a filha me disse de não querer que eu envie mais msgs para ela), eu não consigo não ajudar, mas penso que vou ajudar e dps vou dar o fora...
submitted by redof089 to desabafos [link] [comments]


2020.09.19 13:05 EddieCrispo18 Tamanho do pênis / Insatisfação [H25]

Não me sinto satisfeito com o tamanho do meu pênis.
Mesmo minhas parceiras nunca terem reclamado (pelo menos nunca fiquei sabendo rs) fico com a auto estima baixa quando penso se elas não acham nada demais na hora da penetração.
Nunca se impressionam quando vê ele, e até onde sei isso significa que não interessou muito, tipo, méh.
Aí eu já penso que comparado aos parceiros/namorados anteriores, sempre sou o menor. E que não vão se sentir tão 'preenchidas' como antes.
Já perguntei uma vez o que uma parceira achava do meu pau, disse que achava grande, mas como gostava muito de mim tenho certeza que dizia isso pra não me magoar (além do mais, quem falaria na cara que é pequeno né rs). E tipo, ouvir 'não acho pequeno' também é muito diferente de ouvir que seu pau é grande ou ouvir que é um dos maiores que já viu, etc.. Muitas coisas davam a entender que os anteriores dela eram maiores, e isso me chateia e muito porquê ela já viu que está com algo pior e vai ter que se contentar com isso se quiser continuar comigo. Talvez ainda desejando/lembrando como era diferente e melhor com o ex.
Mesma coisa de alguma menina perguntar se acha ela bonita/gostosa e responder 'não acho vc feia'.
Acharia legal ouvir elogios, porque gosto de elogiar muito. Não queria que ficassem comigo só porque me acham um cara legal, mas também porque sentem tesão comigo e gostem do meu pau. Tipo, não quero que fiquem por piedade nem por dó.
As meninas, vocês já foram questionadas sobre o tamanho de algum parceiro? Vocês mentem para não magoar? Se seu parceiro anterior era maior, sentem que a sensação é diferente/menos preenchida? Ou até mesmo só o visual já dá menos prazer de olhar um pequeno vs um grande?
As vezes me sinto menos masculino por causa disso (sei que é errado, que não tem nada a ver). Já pensei em nunca ficar com ninguém por causa disso.
Sinto medo de alguma espalhar sobre meu tamanho e vire piada depois (acho que não saberia lidar com uma situação dessas).
As meninas, vocês costumam falar com amigas sobre tamanho de algum cara que vocês estão realmente gostando? (Sobre sexo casual creio que sim né).
Aos homens, como lidam com essa situação? Não digo a respeito de compensar nas outras coisas, isso é óbvio, na verdade independentemente do tamanho tem que ser tudo muito bem feito.
Queria me sentir satisfeito e seguro com meu tamanho, o que posso fazer para melhorar nessa questão?
*Assisto porn desde os 10 anos; perdi a virgindade beem tarde; tive pouquíssimas parceiras até hoje.
**Se fosse pra escolher prefiria que elas sentissem 100% de prazer e eu 0% do que 50%/50% ou 0%/100%. Se fosse pra escolher prefiria que elas sempre gozassem e eu nunca gozesse. (Sim, o sexo tem que ser ótimo para os dois, óbvio, estou dizendo que se fosse pra escolher, sempre preferiria proporcionar do que receber.. me sentiria bem melhor).
***Se financeiramente fosse alcançável pra mim fazer bioplastia com ácido hialurônico/células de gordura, faria sem pensar 2x.
****Caso alguém quiser fotos/vídeos para analisar DE VERDADE o que acham do tamanho, me mandem mensagem privada. Ficaria agradecido em saber opiniões VERDADEIRAS sobre o meu tamanho, me ajudaria mesmo. Até pra saber se não exagero sobre tudo isso que disse acima.
submitted by EddieCrispo18 to sexualidade [link] [comments]


2020.08.25 01:42 queimis Sofri um aborto espontâneo ontem

Só um background da minha história: Eu(F34) e meu namorado(M28) estamos juntos há menos de 1 ano, mas as coisas se moveram muito rápido desde o início.
Começamos a morar juntos em março desse ano e nos mudamos pra uma cidade completamente nova pra mim. Fui forçada (pelas circunstâncias, não por ele) a deixar tudo que eu tinha construído nos últimos 3 anos pra trás pra embarcar nessa aventura. Nos mudamos pra cidade natal dele porque ele recebeu uma proposta de emprego muito boa. Nós dois conversamos muito no início e, depois de resolvermos juntos que relacionamento à distância não era pra nós, eu decidi me mudar com ele.
Eu sempre tomei anticoncepcional/injeção ou usei DIU desde a minha adolescência. Estive em um relacionamento estável por quase 10 anos e nunca nem me preocupei com gravidez, porque, assim como a maioria das meninas, achava que estava segura com a pílula. Há cerca de 1 mês e meio atrás comecei a sentir uns sintomas estranhos e depois de 2 semanas passando mal constantemente e de muitos resultados desesperadores do Google, eu achei que estava doente e deveria ir ao médico. Dois dias antes da consulta, resolvi fazer um teste de gravidez de farmácia, só pra ter 100% de certeza que aqueles sintomas (enjoo, fraqueza, cansaço extremo) não eram por causa de gravidez. Eu tinha 99.9% de certeza que não era, só não queria passar vergonha na frente do médico. Peguei o pauzinho, abri, o xixi encostou e deu positivo. Três testes e muito choro e desespero depois, descobri que estava grávida.
No começo foi um choque. Os dois completamente desnorteados. Depois de uma longa conversa, resolvemos manter a gravidez (graças a Deusa moro em um país em que posso fazer essa escolha livremente). Os dias foram passando e a gente foi amando cada vez mais aquele ser que estava se desenvolvendo dentro da minha barriga. Contamos pra família, todo mundo ficou super feliz. Começamos a planejar o quarto, economizar grana, receber pequenos presentes de amigos. Pensamos até em possíveis nomes pro bebê. Até que as coisas começaram a ficar estranhas. Eu comecei a ter um sangramento que pra mim - apesar de todo mundo dizer que sim - não era normal. Fui no médico, a resposta que eu tive foi a mesma do Google: “é normal ter sangramento no primeiro trimestre da gravidez.”
Voltamos pra casa, vida que segue.
No sábado comecei a sentir cólicas, mas também achando que era tudo normal, fiquei em casa, só fazendo repouso o máximo que dava. Até que no domingo, eu estava deitada e comecei a sentir uma dor descomunal na barriga. Senti um pouco de sangramento descendo, então corri pro banheiro. Quando eu sentei no vaso, foi como se tivesse aberto uma torneira dentro de mim e uma quantidade enorme de sangue e pedaços de tecido começaram a sair. Naquele momento eu soube que estava perdendo meu bebê.
Foi o pior momento da minha vida.
Corremos pro hospital, o sangue jorrando de dentro de mim enquanto eu gritava de dor. Meu namorando acelerando e cortando todos os sinais. Chegamos no hospital e depois de muito remédio pra dor e muitos exames, a médica finalmente veio falar o que a gente já sabia: eu sofri um aborto.
Eu não consigo nem explicar o que senti na hora e o que ainda estou sentindo. É uma mistura entre dor, ódio e culpa que não me deixa em paz por nenhum segundo. Acho que tenho mais ódio sabe? De um Deus que nem sei ao certo se existe que todo mundo me diz pra confiar, mas que prega esse tipo de piada maligna nas pessoas dessa maneira. Eu estava bem antes de ficar grávida, nem pensando em ser mãe pelos próximos 2 anos. Aí veio assim, sem planejamento, no meio de uma pandemia, mesmo eu tomando os cuidados devidos, só pra depois arrancar de mim sem nenhuma explicação? Quem faz esse tipo de coisa? Não consigo imaginar um Deus do amor fazendo esse tipo de coisa doentia.
Meu namorado está do meu lado o tempo todo, me apoiando, mas eu sinto que eu deveria ser forte em alguns momentos, porque ele também está sofrendo. Mas eu não quero e nem consigo ser forte. Só quero deitar na cama e chorar 24 horas por dia.
E agora eu estou aqui nessa cidade que não conheço ninguém, sem minha família ou nenhum amigo por perto pra me dar um abraço, com um buraco imenso no coração e um útero vazio que não para de sangrar.
submitted by queimis to desabafos [link] [comments]


2020.08.12 15:44 sairennorebi Fui a babaca por contar a história de como eu e meu marido nos conhecemos? #Turmafeira

Oi Luba, editores, possível convidado virtual, gatas, papelões sobreviventes e turma que está a ver, quero muito participar por que preciso saber se eu fui a babaca na história.
Bom Luba, eu tinha uns 18 anos na época e minha amiga a mesma idade que eu, vamos chama-la de Karla para não expor. Nós éramos melhores amigas desde crianças. Somos da mesma igreja e, após eu ter um término com meu ex namorado entrei pra um dos grupos que tinha na minha igreja que ela participava. Assim que eu entrei reparei em um rapaz que também fazia parte e logo eu dei uma desculpa para pegar o número dele e começamos a conversar cada vez mais, vamos chamar ele de Carlos. Um tempo depois que estávamos conversando comecei a gostar dele e como eu e a Karla éramos melhores amigas eu fui contar pra ela. Quando contei ela disse que também gostava dele mas que não tinha tido coragem de chegar nele. A questão é que a Karla realmente é mais tímida que eu, mas ela conhecia ele antes de mim e não tinha me falado nada. O clima ficou meio tenso por um tempo e eu até pensei em me afastar do Carlos, afinal não queria perder a amizade dela, mas um tempo depois, quando as coisas estavam começando a ficar mais normais, Calos veio me falar que o melhor amigo dele estava gostando da Karla, vamos chama-lo de Tiago e que queria saber como chegar nela. (Ps. Carlos descobriu que eu e a Karla estávamos gostando dele pela mãe do Tiago, ela era líder desse grupo da igreja que participávamos.) Tiago também era muito tímido então não tinha muita coragem de chegar na Karla mas com algumas dicas ele conseguiu e os dois se aproximaram. Eu e o Carlos começamos a namorar e pouco tempo depois a Karla e o Tiago também, o que era bem legal por que saíamos juntos e éramos um grupo de melhores amigos. Tenho que deixar claro também que Tiago, com o passar do tempo começou a dar sinais de ser meio babaca com a Karla, como fazer ela sair de um emprego que ela estava ganhando muito bem pra ir pra outro que ela ganharia salário mínimo só porque no primeiro ela tinha que ir super arrumada pro trabalho (era corretora de imóveis), isso por que ela ainda está não era formada e tinha que pagar sua própria faculdade por que os pais dela não tinha condição, enquanto ele era formado e não trabalhava e ficava o dia todo em casa jogando.
Passaram-se anos nesse meio termo e Carlos e eu começamos um relacionamento a distância por que ele foi estudar medicina em outro país, e mesmo assim continuávamos juntos e com uma relação muito boa. No último ano, eu já tinha 22 anos, estava nas férias e Carlos estava comigo e fomos no aniversário da irmã de Tiago (ela era muito minha amiga e do Carlos também) e tinha outra amiga nossa lá, vamos chama-la de Larissa, ela veio me contar que tinha começado um relacionamento e que tinha começado meio errado e que tinha sido muito complicado e que estava com medo de por ter começado errado dar tudo errado (detalhe eu estava noiva do Carlos nesse dia e já estávamos próximo do casamento). Com ela me contando isso resolvi contar pra ela como foi o começo do meu relacionamento com o Carlos e como foi difícil porque eu tinha uma amiga que gostava dele, mas eu troquei todos os nomes e não expus ninguém, para mostrar pra ela que as vezes começa difícil como forma de provação pra ver o quanto as pessoas se gostam mesmo, mas que no final podia dar certo. O problema foi que a Karla e o Tiago estava perto e eu não vi, ela escutou tudo e ficou muito puta comigo. Fiquei sabendo depois que o Tiago tinha brigado muito com ela, falando que ele tinha sido o resto, que na verdade ela queria ter ficado com o Carlos (eles já tinham mais de 3 anos de namoro), sendo que ele sempre soube do começo da história, até por que foi a mãe dele que contou tudo pro Carlos. Resumindo ela ficou muito brava comigo e hoje não olha nem na minha cara, detalhe, eles eram nossos padrinhos de casamento e depois disso tivemos que achar outro casal às pressas por que estava perto do casamento. Durante a briga eu disse pra ela que ela estava deixando o Tiago decidir tudo da vida dela inclusive quem ela seria amiga e por isso ela estaria se afastando de mim, mas ela diz que eu inventei toda aquela história e que ela nunca tinha gostado do Carlos, sendo que tem outros amigos nossos que viveram esse momento conosco e sabem que é tudo verdade.
Atualmente estou casada com o Carlos e estamos vivendo muito feliz com ele no Peru (onde ele faz medicina). Ela continua o relacionamento com o Tiago e até onde eu sei ele está morando em outra cidade mas ainda controla cada movimento dela, não deixando ela ter amigos que ele não queira e nem fazer nada que ele não deixe. A mãe dela (muito amiga da minha mãe) detesta o Tiago e tudo que ele tem feito com a filha dela, que antes era uma menina feliz e alegre, agora vivia triste e chorando.
Então, eu fui a babaca por ter contado a história de como eu e meu marido nos conhecemos para uma amiga?
submitted by sairennorebi to u/sairennorebi [link] [comments]


2020.04.03 22:41 nick130 Como saber se ela realmente gosta de mim ou só gosta do meu corpo e de me usar?

Tenho 21 anos e estou ficando sério com uma menina a 5 meses, a gente se conheceu em uma festa e transou nesse mesmo dia, desde então a gente vem se falando e ficando, já pedi ela em namora mês passado e ela disse que queria só ficar sério por enquanto, e foi aí que começou as dúvidas na minha cabeça.
Eu não me considero um cara bonito, mas tenho um corpo bem legal e isso me salva kkkkk malho desde os 14 anos. E a gente começou a conversar por causa disso, ela pediu para sentir meu braço, e aí tudo começou, e estou começando a sentir que nossa relação e totalmente rodeada em sexo e em rede social, nos mal saímos para um cinema ou jantar, toda vez que digo para fazermos algo assim ela sempre rebate dizendo que hoje tá com vontade de ir para cama, e quando não é isso é um churrasco ou ir para praia onde ela passa mais tempo tirando foto nossa e minha do que realmente conversando e se divertindo.
Estou postando isso agora por que estou realmente cogitando acabar tudo por causa dessa última dela, ela tem um certo grupos de amigas que ela gosta de mandar fotos minhas e meio que se amostra, como disse não sou muito bonito, mas tenho um corpo legal, eu não ligava para isso até se tornar algo recorrente, e ao conversar com algumas amigas dela notei que todos os exs dela eram parecidos, caras sarados que ela postava todo dia no Instagram, mas a última que me deixou com ódio foi que a mais de um mês que ela pede para mandar uma nude minha em um pequeno grupo de amigas próximas dela, eu já disse mil vezes que não me sinto confortável com isso, sei que ela já falou para essas amigas sobre meu dote e como sou na cama, não liguei muito para isso já que acho que amigas falam isso para outras amigas próximas, mas foto já e demais, mesmo ela dizendo que as outras amigas mandam foto do pau dos namorados lá; enfim, só sei que ontem ela pediu para eu pegar o celular dela e mandar uns documentos do celular para a mãe dela no WhatsApp e vi nesse tal grupo uns comentários entranhas, sei que não é certo o que fiz mas abri para ver o que era, ela tinha enviado no grupo uma nude minha que tinha mandando para ela a muito tempo e uma foto nossa trepando, eu fiquei furioso e fui perguntar para ela que po**a era essa, que eu não tinha dado permissão para mandar foto nua minha para ninguém, e ela ficou rebatendo dizendo que eu que não tinha permissão de ficar vendo o WhatsApp dela, que é normal a namorada querer se gabar para as amigas. Sai da casa dela e não falei com ela desde então, estou furioso até agora como ela pode mandar para outras pessoas algo tão pessoal, a foto que ela mandou não mostra meu rosto mas mesmo assim, já tive nude minha vazada e não quero isso de novo...
Ela está me mandando mensagem desde ontem a noite, algumas pedindo desculpa e dizendo que as amigas prometeram não mandar para ninguém e outras dizendo que eu sou um babaca que isso que ela fez e normal, que ela não se importa comigo e só tá comigo poraquê fodo bem, e depois volta para pedir desculpa e que tá com a cabeça quente, oscilando assim... Para vocês que perguntam por que ainda to com essa menina é por que quero namoras ela, bem, antes disso eu suspeitava que ela só ficava comigo por aparência, mas além dela ser muito bonito, eu gosto dela e acho que, nos poucos momentos que tivemos sem ser sexo ou tirando foto, eu gosto, quando ela está no bom dia ela é uma pessoa legal e eu vivo nessa ilusão que, sei lá, se começarmos a namorar mesmo talvez esse lado “normal” dela fique maior, talvez seja apenas wishfull thinking, e esses últimos acontecimentos talvez sejam prova disso.
Vocês acham que eu deveria realmente acabar com ela, ou que eu deveria voltar e tentando ficar com ela e ver no que dá? Ainda existe esperança nela?
TL;DR Ficando sério com uma mina a 5 meses que só se importa com meu corpo e meu pau, se interessa muito pouco em atividades nas quais não sejam sexo ou se amostrar para as amigas, recentemente mandou uma nude minha para um grupo de amigas sem minha permissão, será que ela fez isso por mal e realmente não se importa comigo e só quer sexo e inflar seu ego me usado ou posso tentar transformar ela em uma pessoa melhor e isso é só uma fase?
submitted by nick130 to sexualidade [link] [comments]


2020.02.28 20:19 Ahdgb Eu descobri que sou bi, namoro e participei de um menage

Eu participei de uma menage, com meu namorado e uma amiga dele muito gente boa e linda, foi incrivelmente maravilhoso, principalmente pq eu ja queria muito ficar com uma menina, e eu nunca tinha nem beijado uma, bem eu agora sei que sou bi , tenho certeza absoluta disso, principalmente por isso tudo, talvez isso tenha me ajudado , penso se não é ruim eu ter certeza depois disso , mas eu queria ter uma certeza assim pratica, pq querendo ou nao senpre rola a duvida "como sou se nunca beijei uma menina" , e por isso eu sei, talvez a gente abra o relacionamento, ou talvez continuemos fazendo menages por ai , não sabemos ainda, mas com certeza ainda quero muito ficar com meninas ( com ele junto claro), meu racionamiento ta super indo bem, e eu to bem feliz com ele, mas ainda penso sobre , nos converssamos sobre ménage depois , e foi bem de boas e ate bom, foi diferente mas foi uma conversa boa , percebemos que queremos sim continuar juntos, pq nos fazemos bem um ao outro, e antes disso tambem , mas sei lá depois disso ainda temos essa certeza e isso é doidera kkk, enfim só queria desabafar mesmo.
Ps : e como dizia Katy Perry:" I kissed a girl and I liked it
submitted by Ahdgb to arco_iris [link] [comments]


2020.02.18 03:43 ShortBluebird Meu namorado é muito sonso e isso me tortura.

Pfvr tentem ser gentis pq esse assunto é muito delicado pra mim. To sendo infantil? Quase certeza que sim, mas quero ajuda para parar de ser.
Eu (19) e meu namorado nos conhecemos no cursinho e durante os primeiros meses, não sentavamos juntos. Ele tinha um grupinho dele e posteriormente brigou feio com uma das amigas dele, então começou a sentar todo santo dia com uma amiga nova. (Detalhe: ele tem uma melhor amiga ~mulher~ que não me incomoda nem um pouco, o problema é com essa em especial)
Nessa mesma época, eu senti ele muito distante. Ele quase não falava comigo e quando estavamos juntos, era inevitável não comparar o quanto ele ria/conversava com essa amiga nova. Até os professores chamavam a atenção deles constantemente e eles simplesmente não paravam de conversar. Sério, tiravam assunto do cu. Pensei seriamente em terminar pq era horrível namorar uma pessoa distante e que interage MUITO melhor com os outros.
Ela mandava mensagens tirando dúvida de estudos, e eu não ligava, até ela começar a mandar foto do rosto e começar a ter conversas mais frequentes.
Ele mudou de lugar e começou a sentar comigo, mas certo dia ela senta do lado dele (cmg do lado) e fala "ah fulaninho, faz tanto tempo que eu não encho seu saco". Não aguentei e mudei de lugar. Sentei sozinha.
Meu namorado sabe desde o começo que eu me sinto insegura em relação a ela. Eu sempre comentava das coisas que ela fazia e eu não gostava, mas ele NUNCA comentou nada com ela e nem mudou de comportamento.
Realmente, eles são só amigos, mas peguei tanta raiva por eu ficar angustiada e me sentindo sozinha enquanto ele simplesmente não fazia nada pra me ajudar que não sei mais como lidar com isso.
Ontem a gente conversou, eu pedi pra que ele conversasse com outros amigos antes dela caso falar com a abençoada não fosse realmente necessário (tipo vestibulares) e que diminuísse o tom fofo nas conversas com ela (tipo "ah muito obrigada, é sempre bom ter alguém pra me ouvir). Ele disse que se sentia controlado, e eu não tiro a razão dele. Sinto q passei dos limites, mas eu simplesmente não aguento mais ficar falando toda santa semana "olha, eu me sinto insegura e triste quando tal coisa acontece" sem ele fazer NADA. Muito pelo contrario, continua indo atrás dela pra falar de assuntos aleatórios SABENDO q isso é um gatilho pra minha insegurança.
Eu definitivamente não odeio essa menina. Seria muito amiga dela, ela parece ser muito gente boa MAS eu não aguento mais esse namorado q não toma uma atitude pra me poupar enquanto eu poupo ele de várias coisas.
Exemplo: Um menino que eu conheci antes dele apareceu se declarando pra mim pelo wpp e eu evito mandar mensagens pra ele. Respondo o básico quando ele vem falar comigo. Reconheço que a situação é diferente, mas tanto esse cara quanto aquela mina despertam ciúmes na gente, então eu fico pensando que o mínimo que ele poderia fazer é evitar despertar ciúmes em mim, tento em vista que eu já deixei CLARISSIMO trocentas zilhoes de vezes que eu to tentando lidar com isso, mas que ainda me sinto mal.
O que devo fazer? Tenho medo das coisas pioraram esse ano, de não aguentar ver os dois pegando mais intimidade ainda no cursinho e atrapalhar meus estudos por falta de controle.
Antes de me mandarem ir pra terapia por ser doida, saibam que eu já vou. Tem me ajudado muito com a questão da inseguranca, mas ainda temos uma jornada longa.
submitted by ShortBluebird to desabafos [link] [comments]


2019.12.10 17:46 throwawaysemnome Minha irmã quer se matar e se provavelmente eu tiver a mesma vida que ela teve vai dar merda pra mim também

essa vai ser a 43423423 e talvez a ultima throwaway q vou criar pra esse subreddit, e o post mais profundo e fudido meu

Eu xxF (não importa a idade agora pra não falarem merda) entrei de ferias semanas atras, eu nem pra lembrar eu consigo, i mean, desde quando eu tava tendo aula eu não queria entrar de férias, desde ano passado eu fui assim, mas esse ano eu realmente não queria, não queria mesmo. Eu, se eu dizer minha rotina, já ira ter pessoa já reconhecendo a historia que ja desabafei aqui, e não liguem pra esses ultimos desabafos, aqueles não importam, eram só surtos mal feitos, vamos láá, acordar ir pra escola blablabla ficar no computador de tarde e de noite, sabado ficar no computador quando eu estiver acordada, umas... 12 horas por dia? domingo mesma coisa? quero dizer, minha vida inteira foi assim, mas lembro que quando criança meu pai colocava só 5 horas por dia num coisa lá do windows 7 controle dos pais, e eu nem me lembro o que fazia quando isso acabava, eu lembro mais profundamente na infancia eu brincando com meu patinete em volta da casa, nao saia na rua nem nada, lembro mais profundamente eu indo pra rua pra brincar com umas menininhas da casa da frente, e meus pais me chamando pra ir de volta pra casa, porque NaO pOdIa. eu lembro de minha mãe mandando eu roubar a mochila das meninas da frente q ia ser jogado no lixo, na verdade, eu nem sei... a mochila só tava la na frente da casa, eu nem sei... foi tudo culpa da minha mãe... eu odeio esse passado e me sinto um lixo lembrando isso... eu nem era tão pobre assim, se mil reais por mes pra 4 pessoas era pouco... e minha intenção aqui nem era desabafar meu passado... eu me odeio agora
eu só quero pular pro presente agora, as pessoas tem que me reconhecer pelo presente, eu sou uma boa pessoa agora por fora, eu sou extrovertida quando meus amigos estão por perto, na escola, eu tive que conviver com um outro grupinho que nem me socializar eu conseguia direito pois de lá eu só conhecia meu uh, namorado? (eu queria só ficar com ele mas, quis namorar e agora nem me respondendo mais no messenger está, e eu nem conhecia faz 1 semana e ele ja me queria e eu aceitei por pressão e porque ele era uma boa pessoa numa escola cheio de gente que não presta, e olha lá que eu ja fiz um post aqui falando isso, de qualquer forma, namoro em geral é superestimado)

presente agora -
quando começou as férias eu fiquei só fazendo as mesmas merdas, a diferença é que eu agora acordava mais tarde, tava indo até tudo bem, ''aprendi'' a conviver com as férias DESPERDIÇANDO MINHA VIDA, QUE ESSE APRENDI TA MAIS PRA ME ILUDIR, um webamigo (tomara que ele realmente nao leia esse desabafo, ele pode facilmente se reconhecer aqui, ele usa reddit, se vc de alguma forma ler isso, esqueça) meses mais velho que eu falava que foi em festas com a familia academia etc etc eu comecei a ignorar ele, eu não gostava de ouvir aquilo, tipo, inveja? mas ao inves de raiva eu só queria chorar, e foi o que eu fiz, ele depois de muitas tentativas de oi veio logo me chamar em outra conta que eu era ativa, e eu nao tive escolha, eu fiz drama só mandando pontos e falando que ele me deixava triste, igual um adolescente que quer atenção, mas n entendeu e eu só quis deixar isso de lado, e falar de outros assuntos, eu so chorei quando eu fiquei falando que tal coisa deixava triste, eu nao posso chorar porque meu quarto é publico, qualquer um pode ir aqui quando quiser porque o guarda roupa que tem aqui é de todos. então ja veio minha mae se preocupando, e como esperado, ela já veio falando : ''O cOmPuTaDoR eStRaGoU?''

parece bobo, mas aquilo me ferrou ainda mais, pode ser qualquer coisa que posso estar, mas, alguem pensar que eu estar chorando por causa do notebook estragar, me faz pensar que minha vida inteira ta sendo mesmo ficar na frente de uma tela apertando botoes. É isso, só ter uma vida e essa vida ser só isso.
De repente eu percebi minha mãe me mimando dando comida, um tipo lá de chocotone e fez pipoca, que bom mimar um sedentário com coisas nada saudaveis, ja sentia dor no peito mesmo dias atrás (mais uma referencia a outro desabafo)
ok, isso tudo foi ontem, dormi, acordei e fui dormir no quarto da minha mãe porque minha irmã tava se mexendo na cama e isso me deixava desconfortavel
agora que vem a merda
hoje acordei de novo com minha mãe e irmã falando alto sobre como o namorado dela quis um tempo ou algo do tipo, tava uma discussão normal, ela falando como ela tem raiva de tudo e se odeia, mãe perguntando o porque da cara dela estar vermelha em certos momentos etc etc
me deu vontade de chorar de novo por ela estar se preocupando com namorado sendo que ela tem emprego e vai pra onde quiser, enquanto minha vida literalmente depende dos meus pais (minha irmã é 21F e esqueci de falar que também minha infancia do 1 á 5 série foi chorar todos os dias na sala enquanto minha turma inteira, inclusive a professora do 1 e 2 ano, fazer bullying comigo, a minha nova escola do fundamental 2 quase ninguem me conhecia entao ninguem mais fazia bullying comigo, mesmo as 2 escolas sendo bem pertas, mesmo assim, eu nao sei o que eu tenho pra ser tao sensivel assim, mas agora tem motivo ainda).
Então, com um pai que trabalha e fica a noite inteira jogando, uma mãe que cuida da casa e vai assistir televisão quando não tem nada pra fazer, o que eu vou virar? huh? comecei a chorar no travesseiro
depois de tanto blablabla que discutiram, minha irmã começou a chorar, falando de novo que se odeia, que toda a raiva dela é biológica, de dentro da cabeça, que não produz mais felicidade, eu realmente nao me lembro muito por isso to falando tao vagamente.
e agora uma coisa inesperada pois sempre achei que minha mae entende que depressão não é frescura, que se preocupou comigo pensando que eu teria um dia, minha mae começou a falar merda
ela começou a falar com raiva que pelo menos minha irmã tem saúde e que isso que importa, começou a comparar minha irmã com minha prima que sei lá o que engravidou perdeu namorado e mesmo assim seguiu com a vida, que tem que ter força de vontade
mas acho que nem tudo que ela falou foi merda, eu não sei diferenciar desculpa, mas cada pessoa tem sua vida, não precisa ficar se comparando com pessoa com vida pior, isso não vai adiantar nada, minha mãe começou a falar que viu a vida inteira a mãe dela apanhar, falando como se fosse normal.
agora minha mãe vai falar com meu pai, minha mãe falou que meu cunhado terminou o namoro com minha irmã q queria ficar sozinho, que ele era bomzinho de boas com a vida e minha irmã um tanque de guerra, que computador da depressão (finalmente percebeu isso, minha irmã trancada em casa, não tipo, realmente computador, também celular, porque não tinha nada pra fazer alem disso antes de conseguir emprego e namorado), e quando minha mãe falou que minha irmã queria se matar meu pai falou : ''AhHhHh Vai coMeÇaR cOm O DrAmA'' ''FiQueI dESDe PeQUEnO TrABaLhANDO'' e pelo menos começaram a falar de psicologo, meu pai falando sobre espiritismo falando que quando se matar n vai pro paraiso e sim vai ser uma alma penada bla bla bla (ai ai gente ''religiosa'' ou algo do tipo é foda)

mãe : ''se tem que conversar com ela''
pai : ''N VOU (?? n sei mais q ele falou ele tava com a boca cheio de comida)
mãe falou mais algo que nao escutei porque meu barulho de teclado n deixou escutar
meu pai começou a falar que minha irmã foi criado tudo na mordomia e que a vida é sofrer
sinceramente, MEU PAI SÓ FALA MERDA, primeiramente, não é porque os pais teve a vida ruim que o filho vai ter também, na verdade nem sei como foi a vida dele antigamente, mas acha, acha que isso vai ser um loop infinito? um bom pai é assim? desejar a mesma coisa que ele passou pro filho? assim o filho desejar pro filho a mesma coisa? e assim vai indo? eles não abriram a mente pra ver como é tudo hoje em dia, eles ferram com a mente de uma pessoa deixando trancado em casa e chamando de vagabunda, pra depois falar que foi tudo na mordomia? sinceramente, devem gostar de sofrer, ou melhor, ja acostumaram sofrer, não é tipo, sofrer mesmo, mas parece que falar : ''todos vamos morrer um dia'' vai abrir a mente deles pra dizer que a vida não é só trabalhar e ficar preso em casa, i mean, mesmo minha irmã ja tendo 21 anos e precisando trabalhar, acha que ela fez algo de bom antes? que se divertiu na unica epoca da vida de se divertir? não, FICAR EM CASA NÃO É VIVER, desculpa se alguem acha que isso é frescura MAS EU TO PERDENDO A CABEÇA COM ISSO, a menina mesmo livre agora, teve um passado desperdiçado, ela falava que aguentou 20 anos por isso, imagina 20 anos desperdiçado, e eu, 13, parabens descobriram minha idade, 13 anos sentada e indo pra escola, irra.
na minha sincera opinião sobre o namoro dela, ela amava mais o namorado do que eu, e isso era o certo, o namorado dela dava presentes toda hora, a estante do nosso quarto é quase tudo presente dele ou da mãe dele, o namorado dela iluminou a vida dela, e então ela gastava o dinheiro do emprego dela tambem dando presentes pra ele, agora tinha chegado um teclado que ela iria dar pra ele, mas como ele terminou o namoro, ou deu um tempo sei lá, nem sei o que vai acontecer, o teclado tinha custado uns 200 reais, eu pensei que ela iria comprar pra mim e eu fiquei com raiva, quem gastaria 200 reais num teclado? mas era pro namorado dela, isso foi mais entendivel, depois de tanto mimo que ele deu pra ela, ela tem que retribuir, ela até perguntou pra mim o que eu queria de natal, já que meus pais tão pouco se fudendo pra mim, mas era no maximo 100 e eu queria algo de uns 200 (era uma mesa digitalizadora, eu queria uma pra eu continuar desenhando pois desenhar no mouse é impossivel, quem é artista sabe, eu desenho faz 5 anos e eu perdi totalmente o animo de desenhar, pois ate pessoas que nem sabem desenhar ja compram uma e isso é uma grande injustiça, e eu poderia fazer comissions até pra ganhar dinheiro com isso, mas nãoo, se eu tivesse uma mesa digitalizadora eu iria ganhar muito animo pra fazer isso) ser pobre é foda, nao quis nada mesmo.
o namorado dela era de boas com a vida porque deve ser classe media, tudo de boas, bla bla bla, casa boa, ja minha irma tem uma vida merda, agora, se vê o triangulo que isso fez?

irmã com vida merda > irmã acha namorado e emprego > irmã perde namorado por causa da vida merda q era o passado que não traz mais nenhuma felicidade pra ela hoje em dia, pois fica com raiva e nem sei da historia direito e o que ela fez pro namorado.

nossos pais tao fudendo com nossa vida, se for frescura, é só nós que somos sensiveis assim, é normal ficar com uma vida assim? não sabia.

vontade de ela voltar com o namoro e eu ser o filho deles, sinceramente.

morar numa casa que todos dão risada e pais que querem ver todos sofrerem é... torturante, se eu ficar aqui, vou ficar literalmente chorando as férias inteiras
submitted by throwawaysemnome to desabafos [link] [comments]


2019.12.08 03:04 bldss Desejos proibidos, juventude, relacionamentos e moralidade

Há 3 meses atrás participei de um evento do meu curso no interior do estado, no qual eu conheci uma menina que me chamou muito a atenção, mas imaginei que fosse pela euforia do momento o interesse nela. No entanto, após o evento acabar, voltei pra minha cidade e continuei pensando muito nela e fui procurar ela nas redes sociais, tivemos uma pequena conversa pelo direct do instagram no qual já demonstrávamos interesse uma na outra, mas fiz questão de não dar tanta atenção à esse sentimento, pois vi que ela namorava (com um cara da minha cidade) e eu namoro à 2 anos. Mas, como tudo na vida são ciclos, foi a vez dela vir pra minha cidade pra participar de um evento que o nosso curso promoveu (filosofia), e eu estava envolvida diretamente na organização desse evento, pois eu sabia que o pessoal da cidade dela iria vir, e consequentemente, ela. O evento aconteceu uma semana atrás e deu tudo certo, mas quando acabou a festa de encerramento do evento, o pessoal da universidade se reuniu pra ir pra um bar, e eu fui junto, lá no bar cumprimentei todo mundo e vi que ela estava lá, meu coração TREMEU nessa hora, até aí ok... Depois de um tempo no bar, fui ao banheiro e ela disse que iria comigo, beleza, fui no banheiro e logo depois ela foi. Quando ela entrou no banheiro, ela pediu pra eu esperar ela, pois ela queria falar comigo. Esperei ela e logo fomos conversar,- detalhe, o namorado dela estava no bar junto conosco -, e durante a nossa conversa, comentamos o quanto tínhamos vontade de ficar uma com a outra, mas como namoramos, isso é algo impossível de acontecer. Após essa conversa, fomos embora do bar e eu fui dormir na casa da minha namorada, e como eu tava muito porre, contei pra ela tudo sobre a minha conversa com a menina, ela ficou surpresa e chateada, no dia seguinte brigamos por conta disso... Dias depois, a menina voltou pra cidade dela e começamos a conversar pelas redes sociais sobre o evento e sobre a nossa conversa, e a partir daí, estamos conversando todos os dias, e isso está se tornando algo que eu nem sei descrever mais, pois tenho desejado tanto ela, que percebo que não estou sendo racional como costumo ser. E o que fode isso tudo, é que eu namoro e ela também, e eu não tô conseguindo conter esse desejo, só sinto vontade de beijar ela toda hora pra matar esse desejo constante que ela despertou em mim, mas ao mesmo tempo, não consigo nem pensar em trair minha namorada, pois ela é uma pessoal muito frágil e que já me ajudou em momentos de extrema importância... Mas, há 1 ano atrás ela me traiu com uma menina, mas disse que se arrependeu e praticamente se humilhou pelo meu perdão. E com isso, eu fico confusa, pois perguntei pra ela ontem, se ela deixaria eu ficar com essa menina pra matar logo esse desejo e ela disse que não, pois quando ela ficou com a menina com que ela me traiu, ela não sentia nada por ela. E agora eu não sei o que fazer, sabe? Porque sinto que meu desejo pela menina só vai parar de crescer quando eu vivê-lo, mas ao mesmo tempo, não quero machucar ninguém, nem minha namorada, nem o namorado da menina, que é um cara super legal. Enfim, eu não sei o que fazer. Preciso de ajuda. E eu não consigo parar de pensar nessa menina!!!!!!!!!!!!
submitted by bldss to desabafos [link] [comments]


2019.11.23 23:45 Guilher3010 Inveja + Não ter namorada + Virgindade + Emoção no controle + Ensino médio + Ignorância + Gestos/palavras obscenos(as) = A MERDA.

Esse seria o resumo mais definido possível sobre o que eu estou passando nas minhas últimas semanas e provavelmente vou sofrer mais. (a maldita romantização do sofrimento)
No segundo trimestre, decidiram que seria uma boa ideia mudar de sala de aula por que está começando a encher demais, e mudaram de sala para uma sala do segundo ano e como se não fosse o suficiente eu ficar longe de um grupo que eu participava (não exatamente longe, sempre sento na frente e estavam perto, só que ficou desorganizado), decidiram mudar de direção da própria sala, e agora eu sento numa cadeira tão ruim que definitivamente me sinto ofendido só de eu vir nesse lugar. (e obviamente o meu grupo estava perto, só que supondo que me "expulsaram")
Atualmente estou longe desse grupo e tento falar ou juntar de volta, mas só dá problemas e agora estou em um outro grupo que por sinal me acolhem e eu, como uma cabeça dura, tenho que voltar nesse grupo que me expulsaram por não saberem lidar eu mesmo só por terem medo de cuidarem um autista. (que sim, você vai dizer: AI GUI, DEVIA ESTAR NESSE GRUPINHO QUE TE ACOLHE TANTO E BLÁ BLÁ BLÁ...)
Como se não fosse o suficiente, eu fui dominado pela emoção e eu nem deixei ela dominar, é sério, olha as atrocidades que a emoção fez!
Agora já era, agora eu ganhei fama de o monstro da turma, perdi o respeito de muitas pessoas, quem sobreviveu a minha falta de respeito foram o grupo que me aceita e agora eu tenho vontade de mudar de escola, se não der, que eu mude de estado, ou país, ou em um planeta.
Agora é o fim de mim por que eu sou virgem, se eu não tivesse autismo, não estaria sendo macho beta ou algo do tipo, não estaria lendo livros, as sessões de psicologia seriam inúteis para mim, não estaria na virgindade, não estaria esperando, mas eu tenho que ter essa doença e nem consigo aceitar que eu sou autista, não consigo namorar uma menina por causa das exigências da vida, não consigo falar com as pessoas, não consigo controlar a minha raiva, não consigo curar a ansiedade, não consigo ser positivo, não consigo nada por eu ser agressivo demais e muito cabeça dura, ou seja, me fodi.
Bem, é só isso que eu quero falar, agora vou ficar preso nesse período de merda sem ser feliz nas férias e ainda tenho que vir em janeiro para ver as pessoas que eu estraguei.

Tchau pessoal, agora vou sair por que estou com raiva.

submitted by Guilher3010 to desabafos [link] [comments]


2019.10.13 04:15 thegtasafan Consigo uma namorada sendo assim? Vale a pena?

Sou mais um desses que nunca namorou.
Sou tímido pra crl... tenho pouquíssimos amigos, saio umas 3,4 vezes por ano de noite...
Queria tentar achar alguém no tinder, mas eu fico pensando o sofrimento q seria pra mim ir a algum encontro, eu ia ficar nervoso pra crl, talvez n saberia oq falar e como tomar a iniciativa, poderia ser vergonhoso kk... mas apesar disso eu tenho uma esperança em um eventual encontro em q eu conheça bem a menina antes, conheça seus gostos, assuntos preferidos... poderia talvez dar certo...
mas o q mais me assusta é depois, se caso, o encontro dar certo... e ir se criando um relacionamento, até chegar ao ponto de ser de fato namorado de alguém... eu não sei se eu aguentaria fazer coisa pra lá e pra ca... conhecer a família, amigos, ir em encontros e festas de conhecidos... pq odiaria tudo isso... pq nem eu saio com os poucos amigos q tenho, n vou pra festas etc...
O meu sonho (que pode ser muito distante da realidade) é encontrar alguém q seja igual a mim...
Que fique em casa quase sempre, não tenha muitos amigos, seja uma pessoa discreta... com os mesmos gostos... tudo isso pra sermos solitários juntos, fazendo coisas q ambos gostam e suprindo a solidão um do outro... eu não queria ser assim... gostaria muito mais de ser extrovertido, gostaria de sair pra crl, mas como eu criei essa personalidade, pra mim mudar o meu jeito agora, seria muito mais difícil do q se eu tivesse feito isso há 5 anos atrás, quando eu era novinho....mas essa coisa de mudar a personalidade não é o foco aqui... queria mesmo saber se eu conseguiria namorar alguém e se eu aguentaria...
Fico com essa coisa de "não ter vida social" na cabeça... n consigo botar na cabeça q uma pessoa q nem eu possa namorar, tipo, n sei se eu mereço sabe, pq sou tímido, saio muito pouco... sla....
Sei lá... tem gente aos montes aí, será q eu n encontraria alguém pra mim? na vdd, eu nem sei se quero mesmo.. queria ao menos ter uma experiência, algumas semanas, meses, pra ter uma noção do q é de fato estar em relacionamento...
submitted by thegtasafan to desabafos [link] [comments]


2019.10.13 03:37 pripas Eu, prestes a completar 27 anos, voltei a escrever num diário

Tem tempo que eu não escrevia. Na verdade, ultimamente, eu não consigo escrever, ler por por prazer, apreciar as letras como eu sempre fiz.
Se eu vivia na fantasia? A menina que eu inventei pra disfarçar a melequenta que vive dentro de mim está sendo tratada pelo eu que eu quero ser. Tem sido difícil. Ainda mais com a ansiedade.
Eu lembrei de quando eu escrevia diários. Eu escrevia enquanto passava novela, enquanto meu pai bebia, enquanto minha mãe gritava, enquanto eu chorava e, até, enquanto a vida fingia a normalidade de uma família de comercial de margarina recebendo os parentes com dinheiro. Será que, de tanto fingir, eu ainda finjo hoje? Porque, mesmo saindo de lá, eu fingi ser algo que eu não sou e ter bens e qualidades que eu não tenho.
Eu tenho um problema.
Ontem eu lembrei que desde sempre eu gostava de sair: nunca gostei de ficar um dia inteiro presa dentro de casa. Mas eu sempre queria sair pra comprar algo. Por mais medíocre e insignificante que fosse.
Eu precisava.
Eu ainda preciso.
Mas eu não quero mais ser refém da melequenta ou fingir ser um eu melhor. Eu estou em processo de construção. E está difícil.
Talvez escrever ajude, né?
Por isso, querido diário, você voltou a existir. Eu vou voltar a escrever quando eu quiser chorar, quando eu quiser mentir, quando eu quiser fingir e quando eu quiser comprar.
Por favor me ajude
Hoje foi um dia bom mas eu me sinto um lixo. "Eu sou lixo"...mas no toy story era engraçado.
Quantos "eus" eu não escrevi nesses parágrafos?
A vizinha fez comida e o cheiro é ruim. Mas a outra, a que bebe e sobre quem um dia eu possa falar (ou não), não está em casa hoje. O que é ótimo, afinal, eu não quero ter que lidar com lembranças de alguém bêbado as9 da manhã.
Hoje, umas 18 horas, eu fui lavar roupa e a vizinha, a da comida mal cheirosa, estava numa discussão com marido dela, como sempre. O tanque no qual eu lavo as calças jeans fica quase de cara com o vitro do banheiro deles e eu ouvi a gritaria embalada pelo Datena ou algum similar narrando o assassinato de uma mulher cometido pelo seu ex-namorado. Ao final da discussão, o homem foi ao banheiro e eu pude ouvir, mesmo tentando não, ele cagar. Além disso, eu ouvi ele ascender um cigarro e senti o cheiro do fumo saindo do banheiro.
Esse cheiro, muito peculiar, eu realmente conheço.
Meu pai fumava no banheiro. Marlboro vermelho.
No auge da doideira, ele também bebia no banheiro.
As vezes, quando eu ia tomar banho, tinha bituca e uma ou duas latas da cerveja da promoção na cantoneira, ao lado do shampoo e da gilete.
Eu tenho alergia a gilete mas pobre não pode se dar ao luxo de ter alergia. Teve um dia que eu fui raspar a perna e me cortei feio. De sujar uma toalha de banho inteira. Eu estava chorando antes de me cortar. Como eu chorava. Como eu choro.
Se resolvesse, minhas olheiras e meus olhos inchados valeriam algo.
"Quem faz coisa errada não pode chorar" e eu engoli o choro. Eu menti e fiz coisa errada. Eu não tenho o direito de chorar.
Mas eu quero consertar. Muito.
Obrigada por receber essas palavras. Desculpe o desabafo e o desconexo. Desculpe não dar contexto, mas a vida não te dá muito contexto. E eu parto do princípio que você nunca me deixou diário, mesmo quando eu te deixei de lado.
submitted by pripas to desabafos [link] [comments]


2019.09.27 06:17 Ushishio Tecnicamente estou solteiro. Mas meu coração está tomado por alguém que não posso chamar de meu.

Oi. É o meu primeiro post aqui, e... Eu estou passando por uma situação bem complicada já faz quase um ano.
Eu estou profundamente apaixonado por uma menina. E o problema é: ela namora.
Eu conheci ela em 2017. E ela já namora faz 3 anos, e eu sempre senti algo por ela, não tão intenso como agora, mas eu sempre deixei esse sentimento pra lá, eu achava que não valeria a pena correr atrás de alguém que namora.
Então, lá pelo fim de 2018, nós começamos a ficar mais próximos, e ela então ela me contou que quase terminou o relacionamento, por causa se brigas, desentendimentos, etc. Ela dizia que ele fazia 'cagadas' e não pedia desculpas, e isso se estendeu por um tempo, ela reclamava, reclamava, reclamava... mas nunca tomava uma atitude, e eu sempre ficava com esperanças, uma vez, de madrugada, papo vai e papo vem, então eu perguntei como iam as coisas com ele. Ela disse que ainda estava com o pé atrás, que era difícil falar com ele,que o relacionamento tinha caído no comodismo, etc. Então ela começou a chorar, dizendo que em 3 anos de namoro ele nunca fez algo romântico pra ela, que tem medo de não achar alguém, e que ainda queria ele na vida dela. No final, eu disse: Se isso te machuca, por que continuar sofrendo? E recebo a resposta "Eu sei o que eu tenho que fazer, só não quero" E claro, como o bom ingênuo que eu sou, fiquei com mais esperanças ainda. Eu sempre faço de tudo pra deixar ela com um sorriso no rosto, tento ser o que ele não consegue ser. Conheço o namorado dela, ele é um cara MUITO estranho, calado, antipático, ele sempre fica parado num canto sem falar com ninguém, pra ser sincero, nunca vi ele sorrir. A menina sofreu um acidente não muito grave, mas de qualquer forma o, o suficiente pra ficar preocupado. Ela mandou mensagem pra ele, avisando que tinha acontecido tal incidente, e ele simplesmente perguntou se ela estava bem, e foi dormir. Eu passei a madrugada fazendo companhia e confortando ela.
6 meses se passaram e eu senti que a nossa 'relação' ficou bem mais íntima, todos os dias eu acordo 7:00 da manhã pra passar conversando com ela. Estamos quase todo o tempo conversando, jogando, fazendo qualquer coisa juntos. Posso afirmar que passo mais tempo com ela que o próprio namorado. Eles só se vêem 2 vezes por semana.
Eu sinto que tem 'algo' entre nós, ela demonstra que gosta de mim, mas ainda gosta do namorado.
Desculpem o textão, precisava desabafar em algum lugar. Se puderem contribuir com um comentário, uma dica. Ficarei agradecido. :)
submitted by Ushishio to desabafos [link] [comments]


2019.06.27 03:41 Zolku Brasil eu preciso de ajuda, de um conselho, sei lá, to desesperado.

Minha cabeça dói, tem um nó na minha garganta e meu peito parece que vai explodir.
Um pouco de contexto:
Quando eu tinha 20 anos eu fui estudar na UFSC em Florianópolis, 1.000km longe da casa dos meus pais no interior de SP, no meu segundo ano lá eu conheci essa menina, a quimica foi meio instantanea, a gnt trocava olhares nos corredores e tal, mas ela tinha namorado na época e eu tbm namorava outra garota.
6 anos depois, no ano passado, eu tava solteiro denovo ja fazia 2 anos e ela também estava, eu tinha largado a faculdade depois de uma crise de identidade fodida e tinha acabado de vender uma cafeteria lá que comprei com o dinheiro da herança do meu avô e trabalhado nela por um ano inteiro. Tinha acabado de decidir que depois de 7 anos morando sozinho e me virando como dava, tava na hora de recolher os sonhos e voltar a morar com minha mãe no interior de SP. falltando exatamente 1 semana pra eu me mudar de voltei, começamos a nos falar pelo instagram, descobri que ela tbm tinha voltado pra casa dos pais na cidadezinha do interior de SC daonde ela é e tinha aberto uma lanchonete lá, então tinhamos bastantem em comum, bem rapido nos apaixonamos e agora ja passou 1 ano, oficialmente namorando, mesmo morando longe conseguimos nos ver algumas vezes, ela veio pra cá e eu fui pra lá, nos viramos como da.
Por tipo um mês já as coisas não estão tão boas como costumavam ser, a lanchonete dela não ta indo bem e ela ta fechando as portas, vendendo as coisas e tal, e por cima disso a vó dela ficou bastante doente, ta cega, surda, não anda e precisa de alguem cuidando 24h por dia, essas ultimas semanas ela passou algumas noites acordada cuidando da vó. Então por conta disso tudo, a ultima vez que conseguimos nos ver foi em março, 3 meses atras, e a maioria das vezes que eu ligo pra ela, ela não me atende, desliga na hora, depois diz que ta ocupada, ou tem parente no quarto ou ta trabalhando e nunca conseguimos nos falar, eu sinto saudades da proximidade que tinha comela.
Mas eu acho que o núcleo do problema é que, desde que eu voltei a morar aqui, 1 ano atras, ainda não consegui achar um emprego, mando meu curriculo pra um monte de lugar e ninguem liga de volta, então passo meus dias sentado na frente do computador jogando video game e vendo videos. Eu não tenho um tustão então deixei de sair com os poucos amigos que ainda tinha aqui e acabei aos poucos me afastando deles, então acho que acabei colodando nela toda a necessidade de atenção que eu tenho, e com tudo que ta acontecendo lá, acho que ela ta sobrecarregada. Mas eu pedi pra ir pra lá, trabalhar na lanchonete, dar uma força. ajudar com a vó dela, até dirigir ela pros lugares, eu quero ajudar, mas ela diz que se eu for vai ser mais uma coisa pra ela ter que lidar e não quer que eu vá.
Eu a amo, com todo meu coração e todo meu amor, eu realmente amo, eu quero fazer dar certo, ficar velho do lado dela, construir uma vida, uma familia, ter filhos e tudo aquilo, é oq eu mais quero em todo o mundo.
Hoje de tarde começamos uma conversa que tomou um rumo pesado, meio que ela colocou as coisas em perspetiva, agora ela ta trabalhando mas quando ela voltar disse que vai me ligar pra conversarmos, eu acho que é isso Reddit, acho que ela vai terminar comigo, e eu to desesperado. O que poosso fazer pra melhorar as coisas e fazer dar certo?
submitted by Zolku to brasil [link] [comments]


2019.06.03 06:05 SoMe_Acerolinha Duas questões...ambas difíceis???

Parte 1: Tá difícil, isso resume o q eu tô sentindo esses últimos dias. O fato é eu não quero me importar tanto com meu amigo/ex. Não no sentindo de "ele tá com alguém agora" e pipipopo, eu ñ gosto mais dele. É só q eu meio q tô vendo ele fazer merda e ele não quer ver isso... O fato dele simplesmente não ouvir os meus "Cara, se tu continuar assim, no final do ano tu vai tá desesperado pra passar de ano"; "Toma o MEU CADERNO, e faz essa merda de pesquisa/atividade/aula"; " Tu vai ficar de recuperação..."; me deixa EXTREMAMENTE PUTA com ele, porque eu sei q no final ele vai ficar se depreciando dizendo coisas horríveis pra ele mesmo. Eu sei...eu ñ sou a mãe dele, é errado eu ficar pegando tanto no pé dele, mas sinceramente dói ver isso acontecer. Além do fato q ele...sla... com as novas "amizades" dele são estranhas, as vezes eu sinto q pode contribuir pra q meus avisos se tornem realidade. Eu me preocupo com ele...ele foi meu primeiro amigo (pelo menos, que eu REALMENTE considerei) e até mesmo namorado. Eu sinto uma real empatia por ele, ao ponto de ver ele machucado, murchinho, e me sentir mal junto.
A gente se afastou por um curto período de tempo, mas um dia desses parece q nós nos ""aproximamos de novo"". Mas como eu ainda me sinto estranha em relação a muitas coisas, eu meio q tô na defensiva, me afasto às vezes, é como se eu tivesse medo de me "machucar"??? Eu não me entendo.
Sou muito burra.
Parte 2:
Perguntinha: Se sentir tão desconfortável com alguém? Em um dia querer puxar uns assuntos daoras com a pessoa, no outro ela causa desconforto.
(Contexto) Esse meu amigo, ele terminou cmg e tals, sei o motivo (crush em outra mina) e estou totalmente tranquila com isso. Entretanto, recentemente eu estava completamente na minha até q esta menina em questão passou na frente, suave. Mas...do NADA essa menina ela olhou pra trás, riu com a amiga dela e só, literalmente só isso, normal. Não sinto q foi pra mim, mas cara eu juro tudo q eu posso imaginar, me veio uma sensação tão ruim, tipo um desconforto TÃO GRANDE q cara...é inexplicável...é agonizante. Eu não tenho ABSOLUTAMENTE NADA contra ela, ela parece até ser daora, mas ela, depois desse dia, toda vez q eu vejo/penso me dá algo ruim... não é raiva, não é tristeza, não é ciúme ( já q eu deixei bem claro que nem gosto mais do meu amigo). Uma vez ela veio na minha sala, ela parou do meu lado, bixo, só foi eu olhar pra ela. Me deu uma dor de cabeça...ela saiu da sala com meu amigo e pum, voltei ao normal. Sinceramente se ela chegar perto de mim/ me tocar é capaz deu sair correndo pra bem longe. Não queria me sentir assim...
Obs: Eu me senti assim com uma colega minha, mas foi mais leve.
Confuso? Talvez. Infelizmente minha mente é assim. Enfim, boa noite.
submitted by SoMe_Acerolinha to desabafos [link] [comments]


2019.02.18 01:44 danziko Uma mocinha chamada Tiffany

sexta feira quase madrugada depressão pós punheta começo a repensar na minha vida pai médico, mãe empresária, celular de ultima geração... 21 anos e se masturbando por falta de uma buceta para comer vou pra sacada da minha casa e acendo um cigarro decido descer e andar na rua eu nasci nesse bairro, mas ninguém me conhece nem me dá bom dia quando saio foda-se, se me assaltarem to no lucro viro a esquina e tem uma mocinha branquinha fumando maconha passo um tanto distante para não assustar a moça e ela acena pra mim não entendo porra nenhuma ela me pergunta se sou da área digo que estou passando as férias na casa de uma tia não vou ficar explicando minha vida pra ninguém né ela pergunta meu nome e eu demoro um tanto pra responder porque estava pensando em algum nome comum Enzo ela pergunta se era gabriel eu digo que não, só enzo ela diz ok ela pergunta se quero dar um trago na maconha dela eu tenho medo de usar drogas ilícitas e ser preso mas aceito pra não ficar com cara de cabaço na frente da ninfetinha pego aquela porra e dou uma tragada tão forte que quase queimo meu dedo na ponta do baseado ela ela fala: vai com calma bebe ai eu rio meio sem graça dai ela me perguntou o que eu estava fazendo na rua aquela hora fiz de conta que não dei a foda pra pergunta e não respondi ai ela perguntou se eu estava afim de fazer umas doideiras sexuais fiquei assustado pra porra pq caralho fui sorteado???? ai eu dei uma de dificil e disse que dependia ai ela disse que a casa dos pais dela estava vazia e ela queria transar, porém, queria dinheiro por isso eu tinha 200 dinheiros na carteira eu tava meio brizado e aceitei de boa chegamos no local e estava rolando um som só tinha galerinha negrosa na porra da "casa vazia" pensei assalto, sequestro ou estupro no branquinho novinho um presto gritou "tiffanny onde vc tava filha da puta?" pensei fodeu ela responde "fui buscar meu namorado" meu cu travou menos, mas achei estranho e fiz de conta q tava td de boa me vem dois macacos e ficam falando "hmmmmm então vc q é o namorado novo da princesinha" faço cara de puto e falo "sim, tiffany é minha mulher" os macaco perdem os lados e ficam rindo da minha cara zero fodas, vou transar ela me leva pro quarto dela ja tinha 3 pessoas transando na cama dela ? porém 3 moças transando paudureço dps descubro q eram 3 moças da nova geração enfim, nunca fui preconceituoso cada um na sua ela vem no meu ouvido e pergunta "bebe, tem alguma problema a gente dividir a cama com as moças?" digo q não, sou macho, macho n liga em dividir cama ela da um beijinho melado na minha boquinha e eu fiquei piradasso ela sem me pedir abaixa minha calça e mama oh gluglub pensa num bomquete profissa ejaculei pau permanece intacto e duro as moças da nova era admiraram e falaram "nossa q pipiu bonito o do branquinho, arrasou amiga" fico levemente vermelho e bato a benga na cara da tif tif me joga na cama e fala "ainda bem q ainda ta duro, meu popozinho ta doido pra sentar nesse picão" pensem num cu guloso, minha rola sumiu as meninas pararam de foder e ficaram ao nosso redor ai q começa a ficar mais louca a situação quando percebi q tif tava quicando mais lentamente, notei q uma das moças estava fazendo oral na tif até ai td bem mas a boca da moça n estava colada na virilha dela ou seja, era um boquetão 3:45 da madrugada e percebo q to profitando uma trapzinha branquinha 10/10 caralho to meio decepcionado, porém excitado foda-se ela vira de frente meio com carinha de preocupada pq vi a benga falo: agora só continua sentando e foda-se ela da um sorrisinho e pula feito uma britadeira na minha benga caralho, gozei dnv e ainda to duro abrem a porta vem um gordinho, codenome Juninho penis de pequeno porte altamente alcoolizado nossa q suruba bonita de ve vo fica de longe pq tenho medo de trolha eu rio do gordin e sento a vara no travecão os outros traveco perguntam se tbm podem brincar a parada ja tava mt doida msm, nem liguei falei bls mas qd me dei por conta tinha um penis bicolor e torto passando pela minha boca pqp virei viado foda-se to bebado, sem conehcidos so vamo de repente arrumaram uma peruca pra mim, tinha uma bonequinha sentando no meu colo, uma bonequinha me enrabando e uma me fazendo engasgar com um pinto bicolor e torto o gordinho juninho começou a se masturbar com uma camera na mão ja era ele disse ser produtror porno na msm noite fumei meu primeiro sehloro jeregiuerejhonson, comi uma trap, dei o cu, fiz um glub glub numa pica bicolor e virei ator porno e agora q vem a pior parte, mas eu to mt cansado e vou continuar amanhã continuar....
submitted by danziko to circojeca [link] [comments]


2019.01.18 17:07 RonaldNeves Perspectivas na vida pós termino de relacionamento

Olá, meus amigos. Tudo bem? Resolvi fazer esse post aqui porque eu queria a opinião mais imparcial possível, além de que o "anonimato" que eu tenho aqui me deixa um pouco mais confortável.
Recentemente terminei definitivamente um relacionamento de 6 anos, depois de outros muitos términos antes. O motivo do término foi o mais estúpido possível. Eu achava ela um pouco ciumenta e possessiva (mas quem não é, né?). Pensei que o melhor fosse a gente terminar, pois eu amava de mais ela, mas essa situação me incomodava. Terminamos na primeira semana de novembro. Eu sou uma pessoa extremamente metódica (também conhecido como chato) e eu considerei diversas outras opções que não envolvesse término, mas acreditei que esse seria o 'easy way out'.
Continuamos amigos. Todos os meus amigos e colegas me falaram que isso seria uma má ideia e eu nunca consegui entender o porque. Continuamos conversando todos os dias, ajudei ela nas crises quando a saudade batia e conseguimos com que ela se tornasse mais forte e mais confiante. O motivo dos ciúmes, em sua grande maioria, era por conta de insegurança da parte dela, que muitas vezes não se sentia boa o suficiente pra mim, mesmo comigo reforçando de todas as formas possíveis que eu estaria com ela independente de qualquer coisa.
Como forma de simbolizar o passo novo que ela estaria dando, ela decidiu usar o Tinder, para conhecer pessoas novas, já que o círculo de amizade dela acabou se tornando o mesmo que o meu, dado o tempo de relacionamento e ao fato dela ser muito tímida. E eu encorajei ela mais uma vez.
Ela sempre foi muito curiosa e assim como qualquer pessoa normal, detesta o homem padrão heterossexual e os considera nojentos, por isso, optou por só colocar para conhecer meninas no tal do aplicativo. E nisso ela acabou conhecendo algumas pessoas, saindo com outras e sempre me contando tudo e eu super animado por ela estar evoluindo e crescendo como pessoa - e sem mim, o que torna uma conquista pessoal dela muito mais importante.
Porém, mesmo tendo terminado, durante esse período de novembro - essa semana, nós saíamos muito juntos, além de conversarmos diariamente, obviamente sem o mesmo teor de conversa que tínhamos ontem e sem as 'fofuras'. Semana retrasada, ela disse que resolveu dar uma chance aos 'macho' do Tinder. Nisso, sábado, enquanto estávamos numa festa de um amigo em comum nosso, ela deu match no Tinder com um cara e disse que achou ele fofo. Conversa vai conversa vem e na segunda-feira ela me contou que ele estava aqui de passagem e que já iria voltar pra cidade dele na quarta-feira, mas que queria sair com ela na terça. Eu, como o ex-namorado suportivo que sou, falei "vai, menina". Ela disse que tinha receio de ir, porque o único homem com quem ela tinha se relacionado havia sido eu (namoramos desde a adolescência e fomos o primeiro namorado um do outro) e que não sabia se ia achar legal. Eu consegui convencer ela a ir.
No grande dia, alguns minutos antes de sair, ela pensou em desistir novamente. Eu falei de novo pra ela ir. Antes de sair, ela compartilhou a localização comigo pelo Telegram, botou pra durar 8 horas e disse: "olha, eu tô indo pra tal lugar. vou deixar isso aqui pra caso aconteça algo comigo, você liga pra polícia, ok?" "ok". E lá foi ela.
De hora em hora eu checava pra ver se ela ainda estava no mesmo lugar que ela tinha dito que havia ido e estava indo tudo bem. Até que teve um momento em que ela desativou a localização. Eu pensei "nossa, será que deu problema? tão cedo e ela já vai voltar pra casa". Só que quando chequei o telegram, não havia nenhuma mensagem de "tô voltando". Eu comecei a sentir algo que eu nunca tinha sentido dessa forma na minha vida. Ciúmes. Muitos ciúmes. Eu não conseguia entender. Eu começava a respirar mais rápido e ficar nervoso. Minhas mãos tremiam. Eu não sabia o que fazer. Se ela desligou a localização, era porque ela iria pra algum lugar e não queria que eu soubesse. Mas eu não poderia deixar esse sentimento tomar conta de mim, até porque eu não sabia se foi realmente isso que aconteceu. Era mera especulação minha.
As horas se passaram, até que finalmente, perto das 22h, uma sinal de vida. E as primeiras palavras dela foram: "Nossa... pqp... que dia...".
Eu não sabia. Eu não sabia que iria doer tanto. Eu não sabia o que fazer.
Junto dessas palavras, uma foto. Ele deitado no colo dela recebendo carinho. E de repente eu não conseguia pensar direito. Eu não sabia nem quem eu era ou o que eu estava fazendo. Eu só conseguia chorar. Eu não achei que ver o colo que foi só meu, o carinho que foi só meu, agora é de outra pessoa. Eu ficaria muito tranquilo se fosse como as outras pessoas com quem ela ficou, um cafuné aqui e ali, uns beijos, talvez algo mais, mas depois cada um volta pra sua casa e fica por isso mesmo. Mas dessa vez foi diferente. Um vínculo foi criado. Como ela mesmo disse: "eu senti algo por esse menino no momento que desci do uber e vi ele". E eu estava quebrado. Eu não significava mais nada. Eu realmente não me importaria se fosse um sexo casual ou algo do tipo. Mas eu não sabia que iria doer tanto o fato de que todas as coisas que um dia eu fiz ou recebi, são de outra pessoa.
Porém eu ainda acreditava que isso poderia mudar. Achei que era só um caso, que ele fosse voltar pra cidade dele e isso iria passar. Mas... não. Ela sentiu coisas que não havia sentido antes. Teve experiências que não tinha tido antes. E ela chegou a cogitar juntar dinheiro pra viajar assim que possível pra ir ficar com ele de novo.
Eu ainda amo ela. Mas eu descobri algo pior que isso. Descobri que ainda quero ela. E agora eu não posso mais.
Entrei em desespero. Desabafei com ela. Ela pediu desculpas. Mas que isso já tinha acontecido. E agora ela sente coisas novas. E que não tinha muito o que fazer. Que ela me amava e sempre vai me amar, mas que era isso que ela queria no momento.
Fui vê-la. Eu não conseguia parar de chorar. Eu falei que amo ela. Que eu não considero ela má, ou escrota, ou nada do tipo. Que ela estava fazendo o que está certo e que estava no direito dela. Ela perguntou porque eu não aceitei quando ela pediu pra voltar. Eu respondi de forma sincera. Eu queria voltar. Mas eu pensei muito sobre todas as circunstâncias do término e que a forma que eu tratei ela foi injusta, que ela não merecia ficar comigo depois disso tudo.
E ainda tem alguns agravantes:
- Eu não conseguia abraçar ou beijar ela sem imaginar que ela poderia estar pensando em abraçar ou beijar o outro cara. Eu não conseguiria, caso a gente voltasse um dia, ficar com ela sabendo que tudo que um dia era meu e me fazia me sentir especial agora é de outra pessoa e essa pessoa está se sentindo especial por isso.
- Ela admitiu pra mim que ela estaria sendo hipócrita se dissesse pra mim que ela não quer ficar com esse cara. Ao ponto de considerar juntar todas as economias dela pra viajar e passar tempo com ele.
- Eles conversam tanto quanto eu conversava com ela e costuma mandar vídeos cantando e tocando violão pra ela e ela fica derretida da mesma forma que ficava quando eu fazia algo pra ela.
- Mesmo que a gente voltasse, eu ia me sentir um merda de impedir que ela em algum momento fosse vê-lo, pois eu não me sinto no direito de impedi-la de descobrir o que ela realmente sente por esse rapaz.
Ela tem tentado me acalmar, com medo de eu fazer alguma merda. Mas ao mesmo tempo que ela tenta me acalmar, eu fico mais aflito com o fato de que meu "deadline" é julho. Julho ela vai pra lá ou ele vem pra cá. E eu vou ter perdido ela pra sempre. Tudo isso porque fui omisso e enganador, preguei um discurso de algo que eu não estava vivendo.
Tenho ciência de como eu estou sendo egoísta e hipócrita, mas é como eu me sinto. E eu tenho me sentido horrível.
Eu não consigo ver futuro na minha vida daqui pra frente sem ela. Quando nós terminamos, eu continuava com a sensação de que eu tinha ela "pra mim" por continuarmos sendo tão próximos. E agora eu não sinto mais isso. Ela sempre foi minha primeira opção pra tudo, mesmo depois de termos terminado. Ela sempre é a primeira pessoa que me vem em mente quando quero contar algo legal ou ruim que aconteceu no meu dia.

Ficar sem ela e sofrer pra sempre pois ela vai descobrir que ele realmente é quem ela quer?
Tentar ficar com ela e sofrer pra sempre pensando se ela não estaria melhor com a outra opção ou pensar que eu privei ela de descobrir o que é melhor pra ela?

Eu realmente não sei o que fazer.

Desculpa pelo textão. Eu queria colocar isso em algum lugar, com pessoas que não me conhecessem, porque alivia um pouco saber que alguém, mesmo que esse alguém não se importe comigo, leu e não vai me julgar pelo que me precede.
submitted by RonaldNeves to brasil [link] [comments]


2018.04.20 20:34 CarroR24311 Como eu uso o Tinder pra despertar a “GP” interior em algumas mulheres

PRIMEIRO PASSO - O PERFIL
Bem, meu objetivo no Tinder sempre foi obter encontros com finalidade estritamente sexual, mas ao mesmo tempo precisava manter minha identidade preservada. Não estava buscando uma namorada, amante, crush, ou nada do tipo. "Ah, CarroR24311, mas não seria mais fácil então sair com uma GP?" Sim, seria...mas minhas motivações nem sempre são muito simples de serem definidas ou explicadas; encontro prazer no inusitado, no inesperado, na surpresa. Gosto de jogos, e me pareceu um jogo interessante essa "pescaria"...jogar a isca e ver quem nesse universo tão variado de meninas que aparecem todos os dias na descoberta do Tinder cairia na minha rede. Sabia desde o primeiro momento que seria uma loteria...sair com meninas das quais eu não sabia nada, das quais não tinha nenhuma informação senão meia dúzia de fotos e uma descrição que geralmente se resumia a signo, altura, gosta da série tal, dispensa quem quer apenas sexo (essa parte geralmente era a mais engraçada, por motivos óbvios).
Assim, o primeiro passo foi criar um facebook apenas com a finalidade de usar o Tinder, já que é obrigatório vincular uma conta do face ao Tinder. Feito isso, é hora de criar o perfil...por via de regras, no Tinder as pessoas avaliam as outras com base nas fotos e uma breve descrição. No meu caso a minha foto não mostrava a minha pessoa, mas sim uma sugestão sobre o meu objetivo ali. E minha descrição era bem objetiva, do tipo "Sou casado, busco relacionamento sexual e como retribuição ofereço um valor de até $$$ por cada encontro. Não busco romance ou namoro, ofereço e exijo o máximo de discrição".
SEGUNDO PASSO - A PESCARIA
Nesse momento se define o que se deseja, podendo limitar sua escolha por localização e faixa etária. No meu caso, no começo eu defini que gostaria de visualizar apenas meninas de 18-22 anos e localização de até 160 km do meu local. Nesse primeiro momento eu geralmente dava likes indiscriminadamente, queria mais ter um feeling se meu perfil iria fisgar a atenção de alguém. Logo no primeiro dia consegui 8 matchs, e então passei a ser mais seletivo, reduzindo o "range" de distância e concentrando meus likes apenas nas meninas que de fato me chamavam a atenção.
TERCEIRO PASSO - DEI MATCH, O QUE FAÇO AGORA
Bem, eu uso a seguinte regra: se dei like por último, eu começo a conversa, se a menina deu like por último, espero ela começar. No meu caso, tudo sempre começa com o famoso "Bom dia, tudo bem com você?", e em seguida eu pergunto se ela leu meu perfil por completo, se existe alguma dúvida com relação à minha proposta. Acho isso importante pois reforça a objetividade da oferta e não dá muita margem para a menina ficar de papo furado depois. Na maioria dos casos as meninas afirmam terem lido e estarem de acordo. Mas também na maioria dos casos elas vão querer saber um pouco sobre você, sua motivação, e principalmente, vão querer uma foto sua. Posso afirmar que 99% vão pedir para ver uma foto antes de seguir em frente, e existem mil maneiras que você pode enviar uma foto: colocando no próprio perfil do Tinder e depois tirando (não gosto de fazer isso, pois alguém conhecido pode justamente estar olhando seu perfil naquele exato momento), upando em um tumblr da vida e passando o link, ou então passando a conversa do Tinder para o popular WhatsApp. Eu geralmente uso essa última.
Bem, daí pra frente vai de cada um. Você vai ter que conversar com a menina e combinar o seu encontro. Eu geralmente pergunto à menina se ela prefere encontrar antes para tomar um café, conversar um pouco, quebrar o gelo, afinal de contas são garotas que na maioria das vezes nunca fizeram sexo em troca de dinheiro e ficam preocupadas de você ser um maníaco ao algo do tipo. Para uns 20% isso foi muito importante, e eu não teria sucesso com elas se não tivesse colocado essa possibilidade. As demais foram de boa para abate sem floreios. Também é bom salientar que na maioria dos casos de encontros pelo Tinder não é a menina que vem ao seu encontro. Você vai ter que ir atrás...e isso pode ser um empecilho para alguns.
Outra coisa, eu não pedi nudes para nenhuma menina. Como já disse lá no início, encarei essa experiência como uma loteria, e solicitar fotos sem roupas poderia colocar em risco meu objetivo. Tem muita gente no Tinder que fica só pedindo foto, e as meninas por razões óbvias vão ter muito receio de encaminha-las para um estranho. Em razão disso, tive alguns desapontamentos, mas no fim, como Edith Piaf posso afirmar que "Je ne regrette rien"
Com relação à duração dos encontros, isso também era algo totalmente em aberto. Eu particularmente preferia não definir nada, deixar rolar...assim, para algumas meninas eu paguei para ficar uma noite inteira o mesmo que valor que gastei para passar 20 minutos com outras.
Enfim, o resultado dessa experiência foram encontros com 19 meninas, das mais diversas origens e classes sociais. Vou descrever um resumo de cada um, para que tenham uma ideia do que poderão encontrar...
Menina 1 - Mesquita - 20 anos - Funcionária Pública
Bem, essa foi fisgada ainda na primeira leva de likes. Mulata, não muito bonita de rosto, mas tinha um corpão de passista de escola de samba. Combinamos na praça, e na hora marcada ela estava lá. Eu estava nervoso por ser meu primeiro encontro, e ela nitidamente também estava. Quando ela entra no carro bateu uma bad, pois as fotos haviam pegado apenas seus melhores ângulos, que eu pessoalmente não conseguia enxergar. Enfim, mas eu já estava ali, então ia tentar fazer daquele limão uma limonada. Já no carro ela começa a me elogiar, dizendo que me achou bonito e que não entendia o porque de eu estar pagando para sair com garotas, e no caso, estar saindo com ela. Eu pensei a mesma coisa, mas não disse. Como eu havia combinado antes com ela de sairmos para comer algumas coisa, fomos para o shopping almoçar e conversar um pouco, antes de ir para o hotel. Bem, pelo menos sem roupa ela compensava a cara. Menina bem gostosa, seios médios, bundão. pedia para chamar ela de puta e por fim, me ofereceu atrás que eu claro, não recusei. mas logo em seguida bateu a bad de novo, e disse a ela que tinha um compromisso e ia precisar ir embora. Devemos ter ficado em torno de 1 hora no hotel...na hora de pagar ela ficou muito constrangida, a princípio não quis receber. Mas depois de minha insistência, ela acabou aceitando.
No caminho para deixá-la de volta em casa ela contou que imaginava que iríamos ficar mais tempo, mas que como saiu cedo iria conseguir ir à reunião do grupo de jovens na igreja 54** . Achei essa parte engraçada, mas segurei para não rir. Dois minutos depois de deixá-la no local onde a peguei, descombinei no Tinder e fui seguindo meu caminho pra casa, quando ela me manda uma mensagem pelo WhatsApp perguntando o porque de eu ter descombinado. Enfim, como justamente estava nessa para não ter que dar satisfação a ninguém, não respondi e tratei de bloqueá-la no WhatsApp também. Ela foi a primeira de 36 contatos que estão bloquedos hoje no meu telefone, que vão de garotas que eu já saí e não quis repetir até meninas com quem eu comecei a conversar mas decidi por não encontrar.
Menina 2 - Volta Redonda - 21 anos - Estagiária em Escritório de Advocacia
Sim senhores, nesse afã por ppk eu fui parar em Volta Redonda. Como no começo meu "range" estava de até 160 km, acabei dando match com essa menina de lá, e ela me chamou tanta atenção que decidi que valeria a viagem. Pelas fotos do tinder e instagram ela parecia com a Mulan, personagem de um desenho da Disney. Na conversa pelo WhatsApp se mostrou instruída, tranquila, o que me animou ainda mais em encontra-la. Com ela não teve papo antes...nos encontramos e fomos direto para o hotel. Era a segunda vez que encontrava alguém em troca de grana e estava juntando para por silicone. Dei duas com ela, e poderia ter dado mais se quisesse, mas eu tinha que voltar ao Rio para trabalhar. Enfim, apesar de ter sido legal, não tinha intenção de repetir, então foi para o saco dos blocks também.
Menina 3 - Santa Cruz - 18 anos - Blogueira e Hostess
Fiquei impressionado com as fotos dela. Pelo WhatsApp a menina me pediu um monte de fotos, perguntou um monte de coisas, já estava ficando puto, mas como queria muito conhecê-la fui relevando. Até que ela passou um pouco dos limites, perguntando coisas da minha vida pessoal, daí eu dei-lhe um fora, e já imaginava que ela ia me xingar e cair fora, mas o oposto aconteceu. Ela pediu desculpas e ficou mansinha, me mandou até nudes sem eu pedir. hahahaha
Enfim, fui encontrá-la em Santa Cruz, e a menina queria manter as luzes apagadas no quarto. Muito gostosa, mas tinha um comportamento meio estranho. Parecia sofrer de distúrbio de dupla personalidade. Enfim, essa eu não bloqueei, pois achei que valeria a pena encontra-la novamente, mas três dias depois ela vem com uma história que estava precisando de grana para por implante no cabelo, se eu não podia adiantar, e tal...bem, percebi que essa mulher ia ficar no meu pé, então mais uma foi morar no saco dos blocks.
Menina 4 - Tijuca - 18 anos - Universitária
Quando dei match com ela eu nem acreditei. A menina era muito gata, mas muito mesmo...um corpo perfeito, conforme pude ver pelas suas fotos de biquíni. O relacionamento com ela extrapolou um pouco os limites que eu havia determinado para mim mesmo. Fui dormir na república onde ela morava, falava com ela todos os dias, já não pagava mais, mas a coisa já estava saindo do controle, então preferi me afastar. Dessa eu tenho saudades..
Menina 5 e 6 - Tijuca - 18 e 21 anos - Universitárias
Dei match com a de 21 anos, que durante as conversar informou que uma amiga também estava interessada. Me mandou fotos da amiga, que de fato parecia ser muito gata. Perguntei se ela e a amiga se pegavam, ela disse que não. Eu então questionei o sentido de eu sair com as duas. Elas disse que estava precisando muito de dinheiro, e que poderia fazer "2 pelo preço de 1,5". Bem, como eu estava muito afim de comer a amiga dela, topei. Nesse eu me dei mal...a amiga de fato era gata, mineira, 18 aninhos, branquinha, peitões. Uma delícia. Agora a menina que eu dei match era simplesmente diferente das fotos!!! Uma gordinha baixinha que eu não pegava nem de graça...mas é aquilo, "tá no inferno, abraça o capeta".
No hotel, as duas não podiam ficar no mesmo ambiente pois a mineira (que apesar de linda parecia um bicho do mato), tinha vergonha de dar na frente da amiga. Assim, a comi no banheiro enquanto a gordinha ficava no quarto olhando o que tinha na geladeira. Estava bom com a mineira, até que ela dá um troço e fala "agora vai com ela"...hahaha. Quase me desesperei, argumentei que estava bom ali, que não queria parar naquele momento, mas ela disse que estava ficando com a buceta ardendo por causa da camisinha. Enfim, muito puto fui comer a gordinha, que pelo menos tinha uma buceta quentinha e apertada...botei o travesseiro na cabeça dela e percebi que daquela forma, com ela de 4, até que não estava de todo ruim. Enfim, gozei e quando eu viro por lado a mineira já estava vindo arrumada do banheiro. isso não tinha passado nem 40 minutos de quando havíamos chegado. Pra não me estressar, levei as duas embora com a intenção de nunca mais ver a cara das delas. Até que um dia recebo uma mensagem no whatsapp de um número desconhecido, e para a minha surpresa era a mineira, que estava querendo sair de novo comigo (ou seja, estava precisando de grana). Falei que ela estava doida, que tinha me decepcionado da última vez e não estava afim de me aborrecer novamente. Daí ela falou que ia se esforçar para me agradar desta vez, pediu desculpas, quase implorou. Como ela era gostosa, e estava aparentemente arrependida, lá fui eu encontrá-la. Até que de fato foi melhor, mas ela estava afim de um patrono, e eu não queria ter compromisso de ter de ficar saindo sempre que ela precisasse de grana, então botei ela no saco junto com as outras.
Menina 7 - Baixada - 20 anos
Essa prefiro não relatar, sorry.
Menina 8 - Nova Iguaçu - 18 anos
Essa eu conheci por intermédio da menina 8, então boto na conta do tinder também. Branquinha, linda, uma princesa...essa eu faço questão de encontrar até hoje.
Menina 9 - Duque de Caxias - 18 anos - Lojista
As fotos dela eram sensacionais. Os seios foram os que mais me chamaram a atenção, mas o rosto era lindíssimo. Por isso até fiquei meio cabreiro. Mas ao vê-la pessoalmente fiquei impressionado em como ela era ainda mais bonita. Segundo ela, eu era apenas o segundo cara com quem ela fazia sexo na vida. O primeiro havia sido um namorado com quem ela havia terminado apenas dois meses antes. A menina era muito, mas muito gostosa, e além de tudo ainda deixou eu fazer várias coisas loucas. Detalhe, ela disse ter uma irmã gêmea, o que foi suficiente para aflorar em minha mente os mais perversos pensamentos. Infelizmente não encontrei mais com ela, embora tenhamos nos falado algumas vezes depois. Fico na esperança, pois dessa também tenho muitas saudades
Menina 10 - Magé - 20 anos - Universitária
Loira, 1,75 m de altura, mulherão. Mas com carinha de menina...essa foi engraçada, pois demoramos a nos encontrar. Ela só podia em um dia específico da semana, num espaço de duas horas. Como fui descobrir depois, ela estudava com o namorado, e a única matéria que eles não faziam juntos caia nesse horário. Então eu a pegava na porta da faculdade, saía correndo pro hotel, e antes da aula terminar eu tinha que deixá-la de volta, pois ela ia para casa com o corno. Nos encontramos 3 vezes, e só paguei a primeira...nas outras ela me chamou, pois como o namorado dela não comparecia (eram crentes), ela sentia falta de sexo e acabava pedindo minha "ajuda". Saí fora pois fiquei com receio de dar merda, mas valeu a pena a aventura.
Menina 11 - Duque de Caxias - 22 anos - Comerciante
Me chamou atenção pois parecia ser linda de rosto pelas fotos. E de fato era muito mas muito bonita. Mas tinha um corpo meio estranho. Já era mãe, e a gravidez acabou judiando da menina. Mas tinha os maiores seios que já vi na vida, ainda que um tanto que moles. Gente boa, não tive coragem de dar block de primeira, mas também não queria mais sair com ela. Só que ela ficava me mandando mensagem direto, daí não teve jeito e mandei pro saco também.
Menina 12 - Duque de Caxias - 21 anos - Universitária
Essa foi engraçado. Menina de Goiânia, nos falávamos pelo WhatsApp e seu sotaque dava o maior tesão, aquele "amorrr" fazia o pau subir na hora. Mas a menina era muito carente, e já no chat ficava falando que não ia querer receber pois tinha medo de isso afetar nosso futuro 08** 08** 08** . Bem, no dia do encontro saímos antes para tomar conversar, tomamos um chá, e a menina estava cheia de amor. Já no hotel se mostrou uma devassa na cama, muito gostosa, mas ela estava afim de romance, então tive de sair fora.
Menina 13 - Barra da Tijuca - 18 anos - Só fuma maconha 70**
Essa menina eu já encontrei algumas vezes. Tem um perfil social que difere da maioria das outras pois é de família abastada. Mora em uma mansão em condomínio fechado da Barra, tem tudo o que quer, e sinceramente eu não sei por que está nessa. Acho que ela curte o lance da aventura, sei lá...nunca entendi. Mas enfim, é gostosa demais, muito safada, então eu vou aproveitando.
Menina 14 - Campo Grande - 18 anos - Trabalha mas não sei aonde
Essa menina foi meio estranha, bonita, vivia me mandando nudes perguntando quando eu iria encontrá-la, até que um dia resolvi ir na longínqua Big Field. De fato muito gostosa, mas muito estranha também. Eu a elogiei assim que nos encontramos, tipo "você é muito bonita", e ela "eu sei!" 17** . Já fiquei meio bolado...calada, não falava absolutamente nada até chegarmos ao hotel. Bem gostosa, mas não me senti a vontade em nenhum momento com ela. Até que uma hora ela começa a ter dificuldades para respirar, e eu fiquei super bolado pensando que a menina ia morrer...ela disse que isso era normal, que ela precisava tomar um remédio para melhorar. Daí falei para irmos embora, mas ela não queria ir. Eu ficando desesperado, mas ela aparentou melhorar. Fumava igual um saci....fui puxar assunto, comentando que ela era muito quieta, até estranha. Que eu estava com medo dela...hahaha. Ela começou então a contar a história dela, que tinha vivido em orfanato até os 13 anos, um monte de história triste, daí fiquei na bad e insisti que tinha que ir embora. Finalmente ela aceitou. Nesse dia tive duas alegrias, uma quando a encontrei, e vi que era bonita, e outra quando consegui me ver livre dessa doida. Óbvio que foi para o saco.
Menina 15 - Jacaré - 18 anos - Terminando 2º grau
Menina bonita, mas meio feminista. Não depilava a perna nem as axilas. Estava menstruada quando nos encontramos (só descobri na hora), não chupava (nas palavras dela "não faço aquele job"), enfim, desastre total. E o pior é que ela ficou me ligando depois querendo me encontrar de novo...
Tiveram mais 4, inclusive uma que mora no Leblon, que eu até agora não acreditei que deu match. Conheci-a dois dias atrás e estou praticamente apaixonado. A mulher é tão linda, mas tão linda que só o fato de eu ter saído com ela valeu por todos os infortúnios que passei. Mas agora estou com preguiça de descrever, e esse texto está ficando muito longo. hahahaha
Enfim, fora essas, ainda tem 19 matchs para desenrolar, e isso tudo em pouco mais de 1 mês. As experiências foram das mais diversas, e dá para comer uma menina por dia nesse tinder se você tiver disposição, grana e tempo.
Espero que tenha sido útil para quem ainda tem dúvidas sobre a utilização desse app. Eu já estou perdendo o fôlego, tem umas meninas que ainda quero conhecer pois me chamaram muito a atenção, mas depois disso vou dar uma parada. Administrar a logística para todos esses encontros não foi fácil. Mas valeu a pena!
TL;DR: ofereço grana pra mulheres “normais” no Tinder em troca de sexo e elas aceitam. Seguem também relatos de alguns encontros.
submitted by CarroR24311 to brasil [link] [comments]